Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Três trabalhadores humanitários são mortos a tiros na Somália

Três trabalhadores humanitários, dois deles funcionários do Programa Alimentar Mundial (PAM), foram mortos a tiros nesta sexta-feira em uma região do centro da Somália, anunciou um porta-voz desse escritório dependente da ONU.

“Um indivíduo abriu fogo, matando no ato um funcionário do PAM e um homem que trabalhava para uma entidade associada. Um segundo funcionário do PAM também foi baleado e morreu pouco depois”, disse Susannah Nicol em e-mail enviado à AFP.

O responsável pelos disparos entregou-se às autoridades policiais. De acordo com testemunhas, as três vítimas são somalis.

Os assassinatos ocorreram em Mataban, uma cidade da província de Hiram e a cerca de 30 km da fronteira com a Etiópia. A região é ocupada por diversas milícias rivais e é próxima de uma região controlada por rebeldes islâmicos shebab.

Mohamed Osman, um funcionário local de segurança, disse que o ataque ocorreu na manhã desta sexta-feira, em um momento em que os três trabalhadores “faziam uma avaliação na região”.

“Não conhecemos ainda as razões pelas quais (os três somalis) foram mortos”, disse outro funcionário do PAM.

Os rebeldes shebab proibiram a ação de organizações humanitárias nas regiões que controlam e impõem restrições drásticas aos grupos que operam nas regiões próximas.

O PAM já tinha avaliado em 2010 a possibilidade de se retirar do sul da Somália, em razão das ameaças contra seus funcionários.