Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tarifa de ônibus em São Paulo sobe para R$ 4,30 em 7 de janeiro

Aumento será ainda maior para empresas que pagarão R$ 4,57 por viagem em vale-transporte de funcionários

A Prefeitura de São Paulo decidiu aumentar a tarifa de ônibus na capital paulista a partir do próximo dia 7 de janeiro. A tarifa básica para o acesso aos ônibus municipais passará de 4,00 reais para 4,30 reais, um aumento de 7,5% no valor.

Diferentemente do que tradicionalmente ocorre, a gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) não fez o anúncio em conjunto com o governo estadual. Questionado sobre o tema nas últimas semanas, o governador Márcio França (PSB) não havia definido uma posição – e a decisão pode ficar para o governador eleito João Doria (PSDB), que toma posse no próximo dia 1º.

O reajuste decidido pela Prefeitura é mais alto que as previsões do Banco Central para a inflação de 2018. Estimada em 3,6%, a correção pelo Índice de Preços ao Consumidor Aplicado (IPCA) faria com que a tarifa subisse apenas para 4,15 reais. Em defesa da decisão, a atual gestão argumenta que o sistema esta deficitário pela falta de reajustes em 2016 e 2017 e por um aumento abaixo da inflação neste ano.

“Por dois anos, em 2016 e em 2017, a tarifa não sofreu qualquer reajuste, mantendo-se no valor de R$ 3,80, impactando significativamente o orçamento da Prefeitura. Em 2018, houve um aumento abaixo da inflação, elevando o valor para R$ 4,00”, afirmou a gestão Covas, citando o que chamou de “desequilíbrio do sistema”.

Vale-transporte

Em São Paulo, a Prefeitura subsidia parte do valor da tarifa, ajudando a cobrir custos das empresas que operam o sistema de ônibus. A partir de 2019, parte desses recursos será empregada apenas aos passageiros que pagam diretamente, encarecendo a conta das empresas que pagam vale-transporte – para estas, a passagem de ônibus custará 4,57 reais por viagem. A mudança para as pessoas jurídicas entrará em vigor em trinta dias.

“A administração municipal decidiu manter a política de subsídio apenas para o passageiro, para promover a inclusão no transporte coletivo. As gratuidades para idosos, estudantes e pessoas com deficiência serão mantidas. Diariamente, 9,5 milhões de passageiros utilizam os 14 mil ônibus que circulam pela cidade”, diz o texto.

Veja os novos valores

Tarifa dos ônibus municipais (SPTrans): de 4,00 para 4,30 reais
Bilhete Diário comum (24 horas): de 15,30 para 16,40 reais
Bilhete Mensal comum (apenas ônibus): de 194,30 para 208,90 reais