Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Ao vivoAmarelas ao Vivo entrevista João Amoêdo, do Novo

Evento de VEJA também vai ouvir os presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB), Alvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB)

Suzane von Richthofen deixa a prisão para o Dia das Mães

Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, também foi beneficiada com a saída temporária

Suzane von Richthofen deixou a penitenciária feminina de Tremembé (SP) nesta quinta-feira para o benefício da saída temporária do Dia das Mães. Em 2002, ela foi condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia von Richthofen, atuando junto com o então namorado, Daniel Cravinhos, e o irmão mais velho deste, Cristian.

A saída é um benefício concedido até cinco vezes ao ano a detentos do regime semiaberto que possuem bom comportamento e podem ficar sem vigilância, no período limitado a até sete dias, mediante o registro de um endereço fixo de permanência fora do presídio. Suzane já era esperada pelo noivo e seguiu com ele para Angatuba, na região de Sorocaba, onde o empresário mora.

A lei não proíbe que criminosos condenados pelo assassinato dos pais tenham direito ao benefício nas datas comemorativas dos dias dos pais e das mães.

Outra detenta famosa, Anna Carolina Jatobá, condenada a 26 anos e oito meses de cadeia pela morte da enteada Isabela Nardoni, também foi beneficiada com a saída temporária correspondente ao dia em que se prestam homenagens às mães. Ela saiu do presídio um pouco antes da colega de prisão. Seu destino de Anna Jatobá não foi informado.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), as duas devem se apresentar de volta à Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, até as 17 horas de terça-feira, dia 15. A presa cumpre pena desde 2006 e, há três anos, está em regime semiaberto. A Defensoria Pública de Taubaté entrou com pedido de progressão para o regime aberto, no qual o detento fica em liberdade.

Teste

No último dia 3 de maio, Suzane foi submetida ao teste de Rorschach, avaliação psicológica também conhecida como “teste do borrão de tinta”. O resultado é avaliado pela Justiça e há expectativa de que seja concedido a ela o regime aberto. Em abril, VEJA revelou que Suzane von Richthofen ainda relutava em submeter ao exame psicológico determinado pela Justiça.

Na ocasião, sua defesa argumentava que Suzane tem direito à progressão por ter cumprido tempo suficiente de pena e por seu comportamento na prisão, não sendo obrigada a se submeter a quaisquer exames. Seu advogado, o defensor público Saulo Oliveira, afirmou que ela não deve ser “objeto de estudo” para passar por testes que não são comumente aplicados à população carcerária.

“A decisão de submetê-la (Suzane) a exames rigorosos ocorre porque ela cometeu crime grave, um duplo homicídio contra a própria família. É uma medida para proteger a sociedade”, justificou o promotor Paulo de Palma em seu parecer. Em 2014, a primeira vez em que ela se submeteu a esse procedimento, o teste de Rorschach, o laudo a descreveu como “manipuladora”, “dissimulada”, “narcisista” e “possuidora de agressividade camuflada”.

No caso de Anna Carolina, seu advogado também pediu a progressão de regime, alegando que ela já ficou o tempo legal na prisão e pode cumprir em casa o restante da pena. A presa foi condenada, juntamente com o marido, Alexandre Nardoni, pela morte de Isabela, jogada do sexto andar do prédio onde moravam, na zona norte de São Paulo, em março de 2008.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Wesley Ricce Ferreira da Silva

    Aquela clássica “Ai o goleiro Bruno sai no dia dos namorados e os Nardoni no dia das crianças”

    Curtir

  2. waldemar maria de araujo filho

    Parece notícia velha, mas todo ano ela sai nessa data

    Curtir

  3. Carlos Moura

    Seria mais apropriado se ele saísse só no feriado de Finados, né? Aí poderia homenagear o pai e a mãe, simultaneamente. Mas como as nossas leis são criadas pelos nossos parlamentares, não dá mesmo para esperar muita coisa… Aliás, uma parte deles concorre à reeleição.

    Curtir

  4. Paulinhho Tedesco

    O Juiz ou Juíza que beneficiou está inevitável saída deve mesmo saber a importância desta Suzana ir ver a Sua tão amada ” MÃE”.

    Curtir

  5. Ela pode aproveitar a “folga” para visitar o Túmulo dos pais acompanhada de umas trinta carpideiras de velório…….

    Curtir

  6. Cristina stefani

    País da piada pronta…

    Curtir

  7. hildo molina

    brasil, sil, sil!!! vergonhoso! escarrada na cara de brasileiros!

    Curtir

  8. Esse é o absurdo das nossas leis. Impressionante. A pessoa manda matar a mãe e o pai a pauladas enquanto dormiam e depois é beneficiada para uma saída do dia das mães. Bizzarro e absurdo, mais ainda é uma estrutura jurídica extremamente cruel com as pessoas comuns, todos nós, pessoas normais, que pagamos impostos, seguimos as leis e queremos viver em paz. Temos de conviver com psicopatas soltos ao nosso redor. É de lascar. Quem puder, que se mande deste país sem futuro e nem olhe pra trás.

    Curtir

  9. Vitorio Russi

    VEJA SÓ BRASIL A CARA DESTA JUSTICINHA DO BRASIL, A ASSACINA MATA A MÃE VAI PRESA, AI A JUSTIÇINHA SOLTA ELA P/ DIAS DAS MÃES???? SERIA COMICO SE NÃO FOSSE NO BRASIL.

    Curtir

  10. Edmir Mazzini

    Que beleza !!!!!!! PPP…..

    Curtir