Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STJ condena estado por invasão do Choque na Fundação Casa

São Paulo terá de pagar 500 salários mínimos ao Fundo Municipal da Criança de Ribeirão Preto por maus-tratos aos internos durante motim em 2003

A Fundação Casa, antiga Febem de São Paulo, foi condenada a indenizar por danos morais o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Ribeirão Preto, no interior do estado, por causa de maus-tratos aos internos durante motim em uma unidade do município, em 2003.

De acordo com a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), divulgada nesta segunda-feira, a indenização será de 500 salários mínimos – cerca de 339 000 reais – e se justifica pelo “tratamento desumano e vexatório” dado aos jovens pela Tropa de Choque da Polícia Militar e pelos funcionários da própria fundação nas intervenções registradas em 30 de julho e 7 de agosto de 2003.

O pedido de reparação, feito numa ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE), havia sido aceito pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). A Fundação Casa e a Fazenda Pública paulista tentaram mudar a sentença no STJ, mas o tribunal não aceitou os recursos, levando em consideração fotografias, laudos de exame de corpo de delito e depoimentos, que comprovariam os maus-tratos.

Leia também:

Rebelião na Fundação Casa: 59 menores fogem

Maioridade penal aos 18 anos: um dogma que precisa ser derrubado

VEJA SP: O dia a dia e as histórias da Fundação Casa

(Com Estadão Conteúdo)