Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rio concede habeas corpus a 12 bombeiros – 2 são soltos

Os outros 10 ainda aguardam o alvará de soltura, segundo o TJ. As prisões dos militares foram efetuadas por causa da greve deflagrada no dia 9 de fevereiro

Por Da Redação 19 fev 2012, 10h15

Dois bombeiros que estavam detidos no Grupamento Especial Prisional (GEP) da corporação, em São Cristóvão, na zona norte do Rio de Janeiro, foram soltos nesta manhã, segundo informações do Tribunal de Justiça do Rio.

O desembargador Adolpho Andrade, do plantão judiciário, concedeu habeas corpus aos dois bombeiros que participaram do movimento grevista. Outros 10 bombeiros também foram beneficiados com o habeas corpus e aguardam o alvará de soltura, segundo o TJ.

Na última quinta-feira, a Justiça já havia autorizado a transferência para as respectivas unidades prisionais da corporação de 12 bombeiros e 10 policiais militares que foram indiciados por conclamar e incitar o movimento grevista e que estavam presos em Bangu 1.

As prisões dos militares foram efetuadas por causa da greve de policiais e bombeiros, deflagrada no dia 9 de fevereiro e encerrada no último dia 13.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade