Clique e assine a partir de 9,90/mês

Policial acusado de integrar milícia é demitido

Quadrilha exigia pagamento dos moradores mediante ameaça e agressão

Por Da Redação - 21 ago 2012, 17h53

O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, demitiu nesta terça-feira o investigador policial Wallace de Almeida Pires, acusado de integrar uma milícia que atuava na localidade de Gardênia Azul, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade. Robocop, como é conhecido, passou por um processo administrativo que constatou “prática de transgressões disciplinares”, informa a pasta.

Ainda de acordo com a secretaria, a quadrilha da qual Pires fazia parte exigia pagamento dos moradores e comerciantes locais, mediante ameaça e agressão. Além disso, a organização criminosa explorava sinal clandestino de TV a cabo, internet, serviços de transporte coletivo alternativo e fornecimento de botijões de gás.

O acusado seria o responsável por comandar a milícia, juntamente com Cristiano Girão, então presidente da Associação de Moradores de Gardênia Azul e líder do grupo.

Escolta – Também por transgressões disciplinares, Beltrame demitiu na segunda-feira outros três policiais civis. Os inspetores Carlos Daniel Ferreira Dias, Carlos Renato Rodrigues Tenório e Wagner de Souza Neves foram presos em flagrante pela Polícia Federal no dia 9 de novembro de 2011, quando faziam escolta ilegal dos criminosos Valquir Garcia dos Santos, o “Carré”, Anderson Rosa Mendonça, o “Coelho”, e Sandro Luis de Paula Amorim, o “Peixe”, no bairro da Gávea, zona sul da cidade.

Continua após a publicidade

De acordo com informações da Secretaria de Segurança, o grupo estava em um comboio de quatro carros, e havia deixado a Rocinha para tentar se antecipar à ocupação da favela pelas forças de segurança. Com eles, os policiais federais encontraram armamentos, munições, granadas, drogas e rádios transmissores.

LEIA TAMBÉM:

Entrevista: “A milícia quer dinheiro. E droga dá dinheiro”

Milícia volta a ameaçar processo eleitoral no Rio de Janeiro

Continua após a publicidade

Publicidade