Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

O vice-presidente da República quer ganhar músculos

O governo compra dois aparelhos para exercícios físicos por 100 mil reais para o vice utilizar durante a pandemia

Por Hugo Marques Atualizado em 26 abr 2020, 09h50 - Publicado em 26 abr 2020, 08h29

No momento em que a palavra impeachment volta a circular com força, é natural que as atenções se voltem para a saúde do vice-presidente Hamilton Mourão. E o general, ao que tudo indica, está bem,  em forma — ou, no mínimo, está empenhado em continuar em forma.  Aos 66 anos, a atividade esportiva preferida do vice é cavalgar. Às vezes, também anda de bicicleta pelas ruas de Brasília. Porém, em épocas de pandemia, até para servir de exemplo, melhor respeitar ao máximo o confinamento.

O Palácio do Jaburu, por conta disso, decidiu renovar a academia da residência oficial. Mourão vai ganhar uma esteira ergométrica e uma estação de musculação novíssimas. Os dois aparelhos vão substituir os antigos que estão danificados e obsoletos. A esteira terá sensores sem fio que medem a frequência cardíaca e interface com aplicativos de entretenimento, internet, TV.

Já a  estação de musculação contará com  três torres do tipo “Lat Pulldown” (para exercícios de puxada para costas, com articulação giratória), “Triceps Press” (extensão do tríceps) e “Remadas Baixas” (com polia, cadeira extensora, mexa flexora e banco de supino ajustável) — segundo está especificado no edital de compra. O custo será de 100.000 reais. Detalhe: a encomenda foi feita antes da crise desencadeada com a demissão do ministro Sergio Moro.

Continua após a publicidade

Publicidade