Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na volta para casa, menina de 12 anos é baleada na Rocinha

Garota teria sido atingida após troca de tiros próxima à igreja que frequenta com a família; ela segue internada es quadro de saúde é estável

Uma menina de doze anos foi baleada na noite desta quarta-feira dentro da favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Acompanhada por familiares, ela voltava para casa após sair da igreja que frequenta quando foi atingida por tiros.

Segundo a Polícia Militar, agentes foram chamados para atender uma outra ocorrência, de assalto a um mercado na comunidade, e descobriram no local a ocorrência. O projétil que a atingiu teria vindo de uma troca de tiros próxima à igreja, segundo a PM.

Ela foi socorrida por familiares até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha e, na sequência, encaminhada ao Hospital Municipal Miguel Couto, localizado no bairro da Gávea, também na Zona Sul da capital fluminense. A jovem segue internada e seu quadro de saúde é estável. O caso está sendo investigado pela 11ª Delegacia de Polícia Civil, localizada na Rocinha.

Mais cedo, policiais militares do Batalhão de Choque conseguiram prender Francelino dos Santos Souza, conhecido como Celino. Ele é apontado pela PM como um dos principais seguranças de Rogério 157, líder de um dos grupos criminosos que disputam o controle dos pontos de venda de drogas na Rocinha desde setembro. Celino possui três mandados de prisão por homicídio qualificado.

A Polícia Militar informa que, por conta do confronto de facções que se arrasta há mais de um mês, 550 agentes continuam fazendo a fiscalização da comunidade, em parceria com os policias fixos da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região. Grupos especiais da corporação reforçam tanto o policiamento interno quanto o monitoramento da Autoestrada Lagoa-Barra, que dá acesso à comunidade.

(Com Agência Brasil)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Francisco Luiz

    Toda essa guerra financiada pelo dinheiro do usuario. Esses estao em suas casas confortaveis e provavelmente criticando tanta violencia…..

    Curtir