Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mais cinco corpos são localizados em Sapucaia (RJ)

Onze vítimas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil. Ao menos 10 pessoas ainda podem estar soterradas

Por Da Redação 10 jan 2012, 07h41

As equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de Sapucaia, no interior do Rio de Janeiro, localizaram mais cinco vítimas do deslizamento de terra que atingiu pelo menos oito casas no distrito de Jamapará na manhã desta segunda-feira. Os cinco corpos encontrados são de adultos, ainda não identificados. Com estes, sobe para treze o número de mortes na cidade.

As buscas foram retomadas por volta das 7 horas desta terça-feira e, segundo estimativas da prefeitura, ao menos dez pessoas ainda podem estar soterradas.

Nove vítimas foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil, entre elas duas crianças e seis adultos. São eles: Luiz Carlos Nassif, de 40 anos, e sua neta, Ana Maria Costa Bela Nassif, de 3; o casal Sergio e Solange, cujo filho de 8 anos está desaparecido; Rosiane Gomes Bastos, de 23, e o filho Josiel, de 3, todos no mesmo deslizamento. Em outro ponto do distrito, na Rua José Vital dos Reis, foi encontrado o corpo de um homem de aproximadamente 45 anos identificado apenas como Francisco.

Segundo a prefeitura, existem 50 pessoas desabrigadas que foram levadas para o CIEP 286 – Luiz Daflon e mais 50 desalojadas que ocupam casas de parentes ou amigos. Existe ainda uma família desaparecida que se abrigou no interior de um veículo que também foi soterrado durante o deslizamento.

Doação – A prefeitura de Sapucaia, através da secretaria de Assistência Social, está promovendo a partir desta segunda-feira uma campanha para arrecadação de donativos que serão entregues às famílias atingidas pelas chuvas em Sapucaia. Os produtos mais importantes são: água potável, alimentos não perecíveis, material para higiene pessoal, material de limpeza e leite em caixa ou em pó.

As doações estão sendo feitas na Casa de Cultura, localizada na Rua Fernando Mauro Jannotti Silva, 130, Pátio da Estação, região central de Sapucaia, e na sede da prefeitura.

Minas Gerais – As buscas por uma pessoa desaparecida que teria sido levada pelas águas na segunda-feira em Além Paraíba, na Zona da Mata, continuam nesta terça-feira. O Corpo de Bombeiros realiza buscas no Rio Paraíba e no córrego Limoeiro, que cortam o município. Os Bombeiros também orientam os moradores do bairro Vila Laroca, que corre riscos de deslizamentos. Há previsão de tempestade para esta tarde em Além Paraíba.

Na segunda-feira, três pessoas – um homem, uma mulher e uma criança de cinco anos – morreram por afogamento em Além Paraíba. Os corpos das vítimas, diz a corporação, foram arrastados pela enxurrada que ilhou o município.

Um levantamento da Defesa Civil de Minas Gerais divulgado nesta terça-feira mostra que subiu para 116 o número de municípios em estado de emergência em consequência das chuvas que atingem o estado desde outubro do ano passado. No total, 167 cidades foram atingidas pelos temporais, afetando 2.251.574 pessoas. Até agora, foram contabilizados 15 mortos, 36 feridos e três desaparecidos.

Continua após a publicidade

As enchentes destruíram 112 pontes em todo o estado e danificaram outras 148. Quase seis mil casas foram danificadas, deixando 12.875 desalojados e 1.240 desabrigados.

Chuvas – De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), pancadas de chuva atingirão quase todo o país nesta terça-feira. Por conta da presença da Zona de Convergência de Umidade (ZCOU), deverá chover forte e de forma localizada no leste de Santa Catarina e no leste e nordeste do Paraná. Ocorrerão pancadas de chuva típicas de verão entre a tarde e a noite na maior parte do Sudeste, Centro-Oeste e Norte, devido ao aquecimento diurno, o que poderá ter alto poder destrutivo dependendo da vulnerabilidade das áreas atingidas, como Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Na região Nordeste o tempo fica parcialmente nublado com possibilidade de chuva na faixa litorânea que vai desde Sergipe até o Rio Grande do Norte. Há uma pequena chance de pancada de chuva a partir da tarde no nordeste do Rio Grande do Sul.

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM

Dique destruído em Cardoso Moreira não tem dono

Desmatamento e ocupação irregular põem Norte e Noroeste do Rio no mapa de áreas de risco do estado

Chuvas: por que o Brasil não consegue evitar essa tragédia

Continua após a publicidade
Publicidade