Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Líder foragido do PCC é preso em Caldas Novas

Antônio Donizete Alves dos Santos, conhecido como Uê, estava há um ano escondido na cidade

Por Da Redação 21 abr 2012, 11h46

Um dos líderes de uma das maiores facções criminosas do Brasil, o PCC, foi preso na noite de sexta-feira, de acordo com informações da Polícia Militar de Caldas Novas, Goiás.

Segundo a PM, Antônio Donizete Alves dos Santos, 32 anos, estava há um ano em Caldas Novas usando documentação falsa e gerenciando um restaurante no Setor São José, bairro próximo ao centro da cidade.

O delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Caldas Novas, Lanivaldo Mendes, transferiu o homem para Goiânia, onde aguardará transferência para o Presídio Federal de Segurança Máxima em Ribeirão Preto, São Paulo.

Há nove mandados de prisão por tráfico de drogas e roubos contra o foragido. Antônio, conhecido como “Uê”, tem uma ficha criminal com mais de 200 passagens por diversos tipos de crimes praticados, entre eles assalto a bancos, a uma companhia aréa e tráfico de entorpecentes – duas toneladas de cocaína já foram apreendidas com o líder da organização criminosa.

Armas de uso exclusivo das Forças Armadas, como fuzis, submetralhadoras e até uma bazuca também já estiveram em posse do suspeito. Conforme informações de agentes policiais de Caldas Novas, ao ser pego pelos policiais, o suspeito teria afirmado: “Vocês estão com um troféu nas mãos”.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade