Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Júri do Carandiru pode ser adiado novamente, diz TJ

Jurado que passou mal será avaliado por médico e, se não puder continuar, júri dos 26 PMs será dissolvido pela segunda vez consecutiva

O julgamento do massacre do Carandiru permanecerá suspenso pelo menos até às 14h desta quinta-feira. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) divulgou uma nota informando que “no momento, não há condições de retornar aos trabalhos.” O júri está suspenso desde a manhã desta quarta-feira, quando um jurado se sentiu mal. “Na hora do almoço o paciente passará por nova avaliação médica e, se houver possibilidade, o trabalho será retomado.”

A nota do TJ-SP ainda afirma que não está descartada a possibilidade de dissolução do Conselho de Sentença, o que adiaria o julgamento, pela segunda vez consecutiva, por motivo de saúde de um dos jurados.

Se o Conselho de Sentença for dissolvido, o julgamento terá de ser remarcado e todas as testemunhas terão que depor novamente: onze testemunhas – seis de defesa e cinco de acusação – já tinham sido ouvidas. Se retomado, após a leitura das peças de acusação e defesa, os jurados irão ouvir quatro dos 26 policiais militares acusados de quinze mortes no primeiro andar do pavilhão nove do Carandiru, em 2 de outubro de 1992.

Leia também:

Fleury diz que entrada da PM foi ‘necessária e legítima’

Carandiru: testemunha diz que PMs colocaram armas entre os mortos

(Com Estadão Conteúdo)