Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ideli pede aprovação de MP do Código Florestal

Por Da Redação - 10 Jul 2012, 17h14

Por Eduardo Bresciani

Brasília – A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, defendeu a aprovação da Medida Provisória do Código Florestal da forma como foi enviada pela presidente Dilma Rousseff. Questionada sobre a proposta do relator, senador Luiz Henrique (PMDB-SC), de reduzir a recomposição florestal para médios produtores, a ministra elogiou o texto enviado pelo Executivo, que teria “apoio popular”.

“A escadinha foi aceita com grande apoio popular e a gente espera que o Congresso aprove aquilo que foi apresentado na Medida Provisória”, disse a ministra após participar de uma reunião com a bancada do PT na Câmara.

A principal reivindicação da bancada ruralista é de amenizar a legislação para médios produtores, reduzindo a recomposição de áreas devastadas nas margens de rios. Os ruralistas querem diminuir de 20 para 15 metros a exigência para quem tem de 4 a 10 módulos rurais.

Continua após a publicidade

Luiz Henrique mantém os 20 metros, mas propõe que a recuperação não pode fazer com que a área de preservação permanente na propriedade seja superior a 25% do total. Ideli destacou que a presidente já tomou uma decisão “sábia” ao preservar as pequenas propriedades, mas garantindo que todos tenham de recuperar de forma proporcional a seu tamanho.

A ministra comentou ainda as disputas do PT com o PSB em diversas cidades. Para ela, é importante que as divergências não tirem do rumo a aliança nacional. “Eleição municipal vai ter cenários diferenciados de uma forma para outra. Não podemos permitir que os cenários nos tirem do prumo, que é o enfrentamento da crise econômica”. Ideli disse ainda que técnicos do governo discutirão nesta terça de forma preliminar uma proposta para o fim do fator previdenciário. Uma reunião para debater o tema com líderes da base aliada pode ocorrer nesta quarta-feira.

Publicidade