Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem assassina ex-namorada, invade igreja e mata mais três em MG

Segundo a PM, autor do crime é ex-militar e pretendia matar pastor, que fugiu

Um homem de 39 anos matou a ex-namorada e outras três pessoas na cidade de Paracatu, no interior de Minas Gerais, na noite desta terça-feira, 21. Ele foi identificado como Rudson Aragão Guimarães, ex-militar da aeronáutica, que foi baleado em ação da polícia militar e está internado em estado grave em hospital da região.

De acordo com o major da PM Flávio Santiago, o autor do ataque foi até a casa da mãe dele, onde estava a ex-namorada, identificada como Heloísa Vieira Andrade, de 59 anos. No local, deu uma facada no pescoço da ex-companheira. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos

Na sequência, Rudson foi para a Igreja Batista Shalom, no bairro Bela Vista, e disparou vários tiros de arma de fogo, matando duas pessoas que estavam no local. Depois, pegou uma mulher como refém e a matou durante negociações com a polícia. Segundo a PM, Rudson estava atrás do pastor da igreja, Evandro Rama, com quem teria desavenças.

Os mortos dentro da igreja foram identificados como Rosângela Albernaz, de 50 anos; Marilene Martins de Melo Neves, de 52; e Antônio Rama, 67, pai do pastor que celebrava o culto.

Os policiais atiraram no autor do atentado, que foi levado para o hospital da cidade e está em estado grave. O major Flávio Santiago afirma que os PMs evitaram um massacre maior: “Ainda havia cerca de 20 pessoas no local e ele tinha mais seis munições. Se a PM não tivesse chegado a tempo, a situação poderia ser muito pior”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Antonio Silva

    Agora vamos esperar os esquerdopatas de plantão gritarem “por isso não podemos liberar as armas”! E por acaso esse maluco precisou de autorização para usar uma faca? Ou oara JA usar uma arma? Se não fosse uma REAÇÃO ARMADA (neste caso da polícia) a tragédia teria sido pior e mais inocentes teriam sido mortos como cordeirinhos.

    Curtir

  2. Dênis Castilho

    O raciocínio é simples, o poder letal de um maluco desses é muito maior com uma arma de fogo do que com uma faca. Agora não podemos nos basear pela cabeça de gente que jogou muito vídeo game quando era criança e hj quer levar esse fascínio de atirar para a realidade.

    Curtir