Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em São Paulo e Brasília, mais protestos contra o governo

Como se viu na noite de quarta-feira, manifestantes voltaram hoje a protestar em São Paulo e Brasília contra a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil – suspensa liminarmente nesta quinta-feira. A manifestação contra o governo Dilma Rousseff na capital federal se transferiu da Praça dos Três Poderes para o gramado em frente ao Congresso Nacional. No horário de maior movimentação, havia 6.000 pessoas no local, segundo cálculos da Secretaria de Segurança Pública. Num ato simbólico de protesto contra o governo, acenderam velas enquanto entoavam palavras de ordem pedindo a saída da presidente. Foram registrados alguns incidentes entre os próprios manifestantes. Um deles foi detido pela Polícia Militar.

Em São Paulo, os insatisfeitos já ocupam um quarteirão inteiro dos cinco da Avenida Paulista que foram fechados pela PM e cobram a renúncia imediata de Dilma e a prisão de Lula. Em frente ao prédio da Fiesp, foram montadas 250 barracas de acampamento e os manifestantes prometeram permanecer na avenida mais importante da capital paulista até que o governo petista ceda às pressões. “Se não renunciar, o Brasil vai parar” foi um dos gritos mais ouvidos pelos idealizadores do ato.

https://storify.com/vejanoticias/lula-toma-posse-em-meio-a-protestos-acompanhe/embed?border=false