Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dois jovens feridos em incêndio no Ninho do Urubu estão fora de perigo

Informação é do Hospital Vitória, onde Cauã Emanuel, de 14 anos, e Francisco Diego, de 15, estão internados

Dois dos jovens atletas do Flamengo que ficaram feridos durante incêndio no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, estão fora de perigo. A informação é da assessoria do Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, onde estão internados Cauã Emanuel, de 14 anos, e Francisco Diego, de 15.

Os jovens inalaram muita fumaça durante o incêndio, na madrugada de sexta-feira, 8. Segundo o hospital, o estado de saúde deles não é grave. Os dois atletas são do estado do Ceará. Cauã chegou ao clube quando tinha 11 anos de idade e Francisco, no ano passado.

Na hora do incêndio, 26 atletas dormiam no alojamento. Três ficaram feridos e 13 conseguiram escapar. O estado mais grave é de Jonathan Ventura, de 15 anos. Ele teve queimaduras em 30% do corpo e foi transferido pela prefeitura do Rio de Janeiro para o Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, por ser referência em tratamento de queimados. Segundo o último boletim médico, ele fez uma broncoscopia pela manhã, exame que avalia as lesões nas vias aéreas, e trocou os curativos. Seu estado continua gravíssimo.

O Clube de Regatas do Flamengo ofereceu o salão nobre da sede da Gávea, na zona sul do Rio, para realizar o velório coletivo das vítimas da tragédia. As famílias dos atletas ainda não se pronunciaram sobre a intenção do clube. Entre os mortos, há atletas de Minas Gerais, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Volta Redonda, no sul fluminense, distante 125 quilômetros da capital. As famílias podem decidir fazer o velório na cidade natal das vítimas