Clique e assine a partir de 9,90/mês

Com atraso, Ministério da Saúde publica regras para a saída da quarentena

Iniciativa, que é preparada há mais de dois meses, foi divulgada quando estados e municípios já iniciaram há dias ou semanas o fim do isolamento social

Por Mariana Zylberkan - 19 Jun 2020, 16h27

O Ministério da Saúde publicou na edição do Diário Oficial da União desta sexta-feira, 19, uma portaria que determina uma série de regras para o convívio social durante a retomada de atividades na pandemia de coronavírus.

No texto assinado pelo ministro interino, Eduardo Pazuello, no cargo desde 15 de maio, quando Nelson Teich pediu demissão, há o argumento de que as medidas para retomar o convívio social “são também fatores de promoção da saúde mental das pessoas”. Na opinião do ministro interino, o confinamento, entre outras consequências da pandemia, “têm produzido adoecimento mental em todo o mundo”.

Entre as medidas sugeridas estão as já preconizadas por especialistas e fixadas em decretos estaduais, como higienização constante das mãos, uso da máscara, desinfecção de ambientes e isolamento de casos confirmados.

A iniciativa é criticada por servidores do órgão diante do atraso da publicação, uma vez que quase todo o país já adota as medidas há dias – em alguns locais, há semanas. A avaliação é que a publicação da portaria é uma forma de o ministério se envolver com o processo de retomada do convívio no país, ainda que descolada da realidade de estados e municípios, que já implantaram as regras básicas.

Continua após a publicidade

A publicação de regras para definir a saída do isolamento social foi colocada por Teich como uma de suas prioridades quando assumiu o ministério, em 17 de abril. A medida era uma das exigências do presidente Jair Bolsonaro, que sempre foi crítico das quarentenas adotadas pelo país e exigia a retomada das atividades. Teich deixou o posto sem conseguir cumprir o exigido – Pazuello só conseguiu fazer agora, após mais de um mês no cargo.

A portaria do Ministério da Saúde foi publicada no mesmo dia de outra com mesmo teor assinada pelo Ministério da Economia, voltada às regras de convivência em ambientes de trabalho.

Veja aqui as orientações publicadas pelo Ministério da Saúde.

Veja aqui as orientações publicadas pelo Ministério da Economia.

Continua após a publicidade

 

Publicidade