Clique e assine com até 92% de desconto

Ceará: rompimento de duto causou vazamento de barragem, diz ministro

A previsão é que em até 72 horas as cerca de 2 mil pessoas que tiveram que sair de suas casas possam retornar

Por Da Redação 22 ago 2020, 17h24

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho afirmou que o vazamento ocorrido na sexta-feira, 21, na barragem de Jati, no Ceará, foi causada por rompimento de um duto que emite água para o eixo norte do Projeto São Francisco, na direção da Paraíba e do Rio Grande do Norte. A previsão é de que em até 72 horas as cerca de 2 mil pessoas que tiveram que sair de suas casas possam retornar.

O ministro explicou que apenas hoje após amanhecer que os técnicos verificaram a extensão do problema. Os técnicos estimam uma perda de quase 2 milhões de metros cúbicos de água.

  • O ministro informou que uma outra avaliação será feita amanhã, dia 23, para ver se é possível antecipar o retorno das pessoas a suas residências, em prazo inferior ao inicial, de 72 horas. “A barragem continua íntegra, com sua sustentabilidade preservada. Tem mais de 140 metros de largura. Ainda tem 80 ou 90 metros, o que é mais do que suficiente para segurar a água”, disse.

    Com Agência Brasil

    Continua após a publicidade
    Publicidade