Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após tragédia, Rio recorre a Bolsonaro para reconstruir Petrópolis 

Governador do Rio de Janeiro disse que está em contato com o Ministério do Desenvolvimento Regional 

Por Marina Lang Atualizado em 17 fev 2022, 05h16 - Publicado em 16 fev 2022, 12h57

Com 104 mortes confirmadas e mais de 500 bombeiros mobilizados em busca de desaparecidos, a tragédia causada pelas fortes chuvas e enchentes em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, fez com que o governador Cláudio Castro (PL) batesse à porta do presidente Jair Bolsonaro. A conversa entre os dois ocorreu na noite de terça-feira, 15. Castro disse que os primeiros auxílios aos residentes da cidade virão dos cofres públicos fluminenses, mas que está recorrendo ao ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho na tentativa de reconstruir a cidade castigada por um intenso temporal na noite de ontem. 

Prefeitura de Petrópolis
Deslizamento na BR-040, que liga o Rio de Janeiro a Juiz de fora, destruiu uma casa e abriu uma cratera às margens da pista Prefeitura de Petrópolis/Divulgação

“Ontem mesmo falei com o ministro Rogério Marinho e com o presidente Bolsonaro da necessidade de apoio e ajuda. Há uma boa possibilidade deles virem na sexta-feira, 18, aqui, e na semana que vem já com o número de projetos [que serão realizados] e a real situação na parte da reconstrução. Essa parte do primeiro auxílio o governo do estado vai fazer, não vou esperar o Governo Federal, mas na parte da reconstrução é muito importante o apoio e o aporte deles”, declarou, em entrevista coletiva no 15º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM) de Petrópolis.

Filho “Zero Um” do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), confirmou que o presidente estará na cidade na próxima sexta-feira. “Na sexta-feira vou estar junto com o presidente Bolsonaro fazendo um sobrevoo. Ele viria da missão oficial da Rússia direto para Brasília, mas mudou seu trajeto, vai direto para o Rio de Janeiro para se dirigir até Petrópolis e reforçar todas as iniciativas que o governo federal possa fazer diretamente ou em conjunto com as autoridades locais”, disse, em vídeo, o parlamentar. 

Segundo Castro, 21 pessoas foram resgatadas com vida. O governo do estado contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para desobstruir as ruas e estradas que impediam a chegada e o deslocamento das equipes da capital fluminense para Petrópolis. 

“O governo do estado está presente em peso e o maquinário já chegou. As secretarias de Desenvolvimento Social, tanto do estado como do município, já estão cadastrando as pessoas para que a gente possa dar o primeiro atendimento, limpar e fazer a vida da cidade voltar o mais rápido possível. Toda a questão de IML [Instituto Médico Legal, para o reconhecimento das vítimas], ontem a Polícia Civil já subiu para cá. Falei com o presidente do Tribunal de Justiça para que a gente possa agilizar essa questão, infelizmente, das pessoas vitimadas”, finalizou. 

Com informações da Agência Brasil

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês