Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

A guerra de Felipe Neto contra Antonia Fontenelle nos tribunais

Youtuber pede indenização e multa por ter sido alvo de post que o associava ao crime de pedofilia

Por João Batista Jr. Atualizado em 10 jul 2020, 11h58 - Publicado em 10 jul 2020, 06h00
Felipe Neto Reprodução/Instagram

Alvo de uma montagem publicada no Instagram há três semanas pela blogueira Antonia Fontenelle que o ligava ao crime da pedofilia, o youtuber Felipe Neto foi para a guerra judicial. Ele e seu irmão Lucas, também atingido pela peça, adotaram a estratégia de Caetano Veloso contra Olavo de Carvalho: a de requerer multa diária pelo descumprimento da ordem judicial de deletar o conteúdo em questão. Felipe pediu 20 000 reais por dia, além de multa de 200 000 reais por indenização. O advogado Leonardo Ribeiro da Luz Fernandes alegou fake news com risco de retaliações física e financeira. Felipe Neto tem 12 milhões de seguidores no Instagram; Fontenelle, 3 milhões.

ASSINE VEJA

Vacina contra a Covid-19: falta pouco Leia nesta edição: os voluntários brasileiros na linha de frente da corrida pelo imunizante e o discurso negacionista de Bolsonaro após a contaminação
Clique e Assine

Publicado em VEJA de 15 de julho de 2020, edição nº 2695

  • Publicidade