Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Barbosa dá uma de Guido Mantega e também faz previsões…

Em dois meses, governo praticamente dobra expectativa de recessão de 2016, mas se atreve a antever 2017...

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 00h02 - Publicado em 24 nov 2015, 15h26

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, poderia evitar as “mantegadas”. Refiro-me às previsões que Guido Mantega fazia e que nunca se cumpriam.

Nesta terça, Barbosa disse em São Paulo que a recuperação da economia brasileira deve começar no segundo semestre de 2016. Segundo ele, será consequência dos investimentos em infraestrutura e do bom desempenho do comércio exterior. Apesar do otimismo, o ministro reconheceu que o PIB de 2016 deve encolher 1,9%.

Foi o que o governo anteviu, diga-se, em documento enviado nesta segunda à Comissão Mista de Orçamento. Além da recessão de 1,9%, prevê-se um IPCA de 6,47%. No início de novembro, o relator de receitas do orçamento na CMO, senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, já havia revisado para baixo a projeção do PIB.

A nova previsão governista se aproxima das estimativas de mercado. Ontem, o Boletim Focus, do Banco Central, indicou que a economia brasileira deve encolher 2,01% em 2016, com inflação de 6,54% acima do teto da meta, que é de 6,5%..

Volto a Barbosa. O governo praticamente dobrou, em dois meses, a expectativa de recessão do ano que vem. Parece-me que não é o caso de ficar prevendo a data da retomada do crescimento, né, ministro?

Continua após a publicidade
Publicidade