Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Todo cristão sabe riscos da Covid’, diz Mendonça ao defender cultos

AGU cita passagens da Bíblia para contestar decretos que restrigem a realização de atividades religiosas

Por Mariana Muniz Atualizado em 7 abr 2021, 15h50 - Publicado em 7 abr 2021, 15h09

Sem deixar qualquer dúvida de que quer ser o “terrivelmente evangélico” indicado por Jair Bolsonaro para o STF, André Mendonça, da AGU, não poupou passagens da Bíblia para defender a realização de atividades religiosas durante a pandemia que já matou mais de 300 mil brasileiros.

“Todo cristão sabe e reconhece os riscos e perigos dessa doença terrível e todo cristão sabe que precisa tomar cuidados e cautelas diante dessa enfermidade”, afirmou o advogado-geral da União durante sua sustentação oral. 

Mendonça criticou as medidas de restrição adotadas pelos estados e municípios e citou um estudo que aponta o Brasil como campeão em transtornos de ansiedade para justificar a abertura de templos.

“Não estamos tratando de vida ou morte”, disse. Vale lembrar que apenas nesta terça-feira, o Brasil registou mais de 4 mil mortes apenas em razão da covid-19. O Supremo discute nesta quarta os decretos que impedem a realização de atividades coletivas, entre elas as religiosas.  

Continua após a publicidade
Publicidade