Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tentativa de obstrução

A oposição esticará a corda para tentar derrubar o decreto assinado por Dilma Rousseff, obrigando os órgãos do governo a consultar conselhos populares antes de pôr em prática iniciativas do Executivo. A estratégia: apertar Henrique Eduardo Alves contra a parede. DEM, PSDB, Solidariedade e PPS decidiram obstruir todas as votações na Câmara, até que Henrique […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h43 - Publicado em 5 jun 2014, 07h01
Cobrança pública

Pressionado

A oposição esticará a corda para tentar derrubar o decreto assinado por Dilma Rousseff, obrigando os órgãos do governo a consultar conselhos populares antes de pôr em prática iniciativas do Executivo. A estratégia: apertar Henrique Eduardo Alves contra a parede.

DEM, PSDB, Solidariedade e PPS decidiram obstruir todas as votações na Câmara, até que Henrique Alves paute o pedido de urgência do decreto que susta os efeitos da decisão do governo, apresentado por Mendonça Filho na semana passada.

Henrique Alves tem até terça-feira para se mover. Caso contrário, a oposição cruzará os braços e, na prática, jogará o esforço concentrado no lixo.

Continua após a publicidade
Publicidade