Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STJ rejeita recurso da PGR contra decisão que beneficiou Flávio Bolsonaro

Vice-presidente do STJ, ministro Jorge Mussi, barrou recurso para o Supremo Tribunal Federal

Por Mariana Muniz Atualizado em 9 abr 2021, 17h47 - Publicado em 9 abr 2021, 17h40

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Jorge Mussi, rejeitou o recurso da Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão da Quinta Turma que anulou as quebras de sigilos do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso das rachadinhas. 

O caso corre em segredo de justiça e o teor da decisão de Mussi não foi tornado público. Coube ao ministro decidir pois compete ao vice-presidente do STJ analisar a “admissibilidade” dos recursos ao Supremo.

No final de fevereiro, a maioria da Quinta Turma atendeu a um pedido da defesa de Flávio Bolsonaro e anulou a quebra de sigilo fiscal e bancário do filho do presidente Jair Bolsonaro.

As decisões anuladas tinham sido autorizadas em 2019 pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, do Tribunal de Justiça do Rio, e se estendiam a cerca de cem pessoas e empresas suspeitas de envolvimento no esquema de desvio de recursos do gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio. 

Continua após a publicidade
Publicidade