Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O dia em que os procuradores da Lava-Jato deram um bolo no juiz

Juiz, réus e advogados ficaram esperando a acusação, mas nada feito

Por Robson Bonin Atualizado em 4 set 2020, 10h52 - Publicado em 4 set 2020, 08h08

Veja como antes do anúncio da saída de Deltan Dallagnol, a força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba já não era mais a mesma.

Recentemente, o juiz Luiz Antonio Bonat abriu a audiência em uma ação de desvios na Petrobras. Apareceram os réus e advogados, mas cadê a acusação?

Os procuradores esqueceram da reunião. Bonat, furioso, cobrou explicações dos procuradores, que responderam com o mais humano dos argumentos. Alguém se atrapalhou na organização das datas na agenda. Quem nunca?

ASSINE VEJA

Os riscos do auxílio emergencial Na edição da semana: a importância das reformas para a saúde da economia. E mais: os segredos da advogada que conviveu com Queiroz
Clique e Assine
Publicidade