Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fiocruz espera carga da China para começar a produzir vacina

O IFA, principal insumo da vacina, é essencial para que o imunizante comece a ser feito nas instalações da Fiocruz

Por Mariana Muniz Atualizado em 13 jan 2021, 21h13 - Publicado em 14 jan 2021, 13h33

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), responsável pela produção no Brasil da vacina de Oxford-AstraZeneca, está mobilizada para fazer chegar o quanto antes o ingrediente farmacêutico ativo, o IFA, para que possa começar a produzir as doses. 

O IFA, principal insumo da vacina, vem da China e é essencial para que o imunizante comece a ser feito nas instalações da Fiocruz. Interlocutores da Fundação afirmam ao Radar que a expectativa é que o produto chegue ainda no mês de janeiro.

“Estamos fazendo de tudo para chegar o quanto antes”, disse uma fonte da Fiocruz.

Esses mesmos auxiliares explicam que a demora no processo de importação ocorre em razão da natureza diferenciada da importação de produtos biológicos.

Continua após a publicidade
Publicidade