Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em que pé estão as conversas do MBL com o Novo

João Amoêdo não é muito fã da ideia

Por Pedro Carvalho - 2 Oct 2019, 15h20

A aproximação do MBL com o partido Novo, como antecipado pelo Radar, é quase restringido ao nome do vereador Fernando Holliday, hoje no DEM.

O Novo não permite saídas e entradas durante o mandato. Holliday vai concorrer à reeleição no ano que vem em São Paulo. É uma janela.

Para se filiar na nova casa, o vereador terá que passar por uma “due dilligence” – análise do passado, propostas, visão…

Mas não é só a questão burocrática que afasta o MBl do Novo. O presidente João Amoêdo não é muito fã da ideia de abraçar os meninos, ainda que a relação seja boa com os deputados Arthur ‘Mamãe Falei’ do Val e Kim Kataguiri.

Continua após a publicidade

Ambos estão em primeiro ano de mandato, o que exigiria mudanças nas diretrizes do partido para abrigá-los. Kim, ainda, possuí excelente interlocução e prestígio no DEM.

Publicidade