Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputada do PSL se diz “satisfeita” com prisão de assessores do ministro

Alê Silva (PSL-MG) acusou Marcel Álvaro Antônio de ameaçá-la por denunciar esquema de laranjas em Minas

Por Evandro Éboli - 27 jun 2019, 09h17

A deputada federal Alê Silva (PSL-MG) comentou a prisão de três assessores do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ocorridas na manhã desta quinta em operação da Polícia Federal.

A parlamentar acusou Antônio de ameaçá-la por ter denunciado o esquema de candidaturas laranjas do partido em Minas.

Alê disse ao Radar que inevitavelmente está satisfeita e que significa que o inquérito está avançando, sem pressões e influências.

“As investigações, afinal, estão acontecendo de modo mais contundente. Como são prisões temporárias significa que vão avançar ainda mais. Estou aguardando o desfecho de tudo isso, da mesma forma que o público em geral, que deseja justiça e ver o uso correto do dinheiro público” – disse Alê.

“Não vou dizer que estou feliz numa situação como essa, nem que estou me sentindo vingada também. Não! Inevitavelmente fico satisfeita que a Polícia Federal está trabalhando sem qualquer tipo de influência. Com certeza estou satisfeita com o inquérito. O que se espera é que os responsáveis paguem por seus atos”  – completou.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade