Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Depois de vídeo de Bolsonaro, CNJ alerta sobre fake news

Órgão do Judiciário recomenda: 'Vale tudo para comprovar uma opinião? Não mesmo!'

Por Mariana Muniz Atualizado em 1 abr 2020, 14h07 - Publicado em 1 abr 2020, 14h01

Depois de o presidente da República divulgar um vídeo em suas redes sociais sobre um suposto desabastecimento na Ceasa de Belo Horizonte, desmentido horas depois, o Conselho Nacional de Justiça resolveu renovar o alerta sobre o compartilhamento de notícias falsas.

Na publicação, o CNJ, órgão responsável por fiscalizar o Poder Judiciário, recomenda o que parece básico: não vale tudo para comprovar uma opinião. É preciso checar a fonte da informação para não cair no canto da sereia.

Vale tudo para “comprovar” uma opinião? NÃO MESMO! Se o conteúdo é falacioso ou suspeito, contém informações inventadas ou que já não têm sentido no tempo presente. Ao menor sinal de dúvida, não compartilhe! #SereiaIara #FakeNewsNão”, diz a postagem. 

https://platform.twitter.com/widgets.js

 

Continua após a publicidade
Publicidade