Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Decisão de Aziz dificulta o trabalho de Renan na CPI da Pandemia

Cobrado por decisão do STF sobre vazamentos, o presidente da comissão limitou acesso de senadores a documentos sigilosos

Por Gustavo Maia 23 ago 2021, 16h47

Aliados de Renan Calheiros na CPI da Pandemia estão inconformados com a decisão do presidente do colegiado, Omar Aziz, de limitar o acesso dos senadores aos documentos sigilosos que chegam ao Senado.

Pela nova regra, cada senador pode acessar apenas documentos sigilosos que tenham requisitado.

Com essa nova lógica, implantada após uma decisão do STF na última sexta-feira cobrar o controle dos vazamentos de informações na comissão, Calheiros, que é relator dos trabalhos, ficará impedido de acessar toda a papelada disponível para montar seu parecer.

A medida não deve prosperar por muito tempo, mas já serviu para tumultuar os trabalhos da comissão nos últimos dias. E a poucas semanas da entrega do relatório final.

Recentemente, integrantes da CPI já haviam se insurgido contra a determinação da PF de abrir um inquérito para apurar vazamentos de documentos em posse da comissão.

Continua após a publicidade
Publicidade