Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Castelo do Joaquim

Foi distribuído para Joaquim Barbosa relatar o recurso do Ministério Público Federal que visa revalidar as provas obtidas durante a Operação Castelo de Areia. Em abril, o STJ considerou ilegal todas as provas produzidas nas investigações a partir de escutas telefônicas. O tribunal entendeu que os grampos foram baseados em denúncia anônima, conduta proibida pela […]

Por Da Redação - Atualizado em 20 fev 2017, 11h44 - Publicado em 7 set 2011, 07h04

Foi distribuído para Joaquim Barbosa relatar o recurso do Ministério Público Federal que visa revalidar as provas obtidas durante a Operação Castelo de Areia. Em abril, o STJ considerou ilegal todas as provas produzidas nas investigações a partir de escutas telefônicas. O tribunal entendeu que os grampos foram baseados em denúncia anônima, conduta proibida pela Corte. Tal decisão anulou, na prática, quase toda a investigação por lavagem de dinheiro e evasão de divisas com recursos públicos envolvendo a construtora Camargo Corrêa e que respingou em políticos de vários partidos.

Publicidade