Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reunião no gabinete de Bolsonaro foi gravada clandestinamente

Grampo no Planalto

Recentemente, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, do ministro Augusto Heleno, deixou Jair Bolsonaro exposto a nova falha de segurança.

Uma reunião no gabinete presidencial com ministros e empresários foi clandestinamente gravada por um dos convidados.

Nos áudios, aos quais o Radar teve acesso, há frases constrangedoras de auxiliares de Bolsonaro, não do presidente.

Falhas semelhantes na segurança presidencial só ocorreram em dois momentos no governo de Michel Temer. Quando o então presidente foi gravado por Marcelo Calero, no episódio que resultou na demissão de Geddel Vieira Lima, e na famosa conversa do subsolo do Jaburu, de Temer com Joesley Batista.

O episódio deve fornecer ainda mais munição a Carlos Bolsonaro contra os militares do Planalto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Walter Joao Chessa

    SERÁ QUE ESTA NOTÍCIA IRÁ “TAPAR A BOCA” DO VÔ HELENO???

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Não puniram o jornalista espião americano, está dando sinais de que vale tudo na banânia.

    Curtir

  3. Pierre Endter

    O Brasil vai dar certo com Bolsonáro, Moro e Guedes. O resto é inVEJA! Midia pra acéfalos. Publica uma gravação dele no banheiro fazendo um barrão VEJA?

    Curtir