Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Conteúdo para assinantes

Reunião no gabinete de Bolsonaro foi gravada clandestinamente

Grampo no Planalto

Por Robson Bonin - Atualizado em 12 jul 2019, 09h42 - Publicado em 12 jul 2019, 06h02

Recentemente, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, do ministro Augusto Heleno, deixou Jair Bolsonaro exposto a nova falha de segurança.

Uma reunião no gabinete presidencial com ministros e empresários foi clandestinamente gravada por um dos convidados.

Nos áudios, aos quais o Radar teve acesso, há frases constrangedoras de auxiliares de Bolsonaro, não do presidente.

Falhas semelhantes na segurança presidencial só ocorreram em dois momentos no governo de Michel Temer. Quando o então presidente foi gravado por Marcelo Calero, no episódio que resultou na demissão de Geddel Vieira Lima, e na famosa conversa do subsolo do Jaburu, de Temer com Joesley Batista.

Publicidade

O episódio deve fornecer ainda mais munição a Carlos Bolsonaro contra os militares do Planalto.

Publicidade