Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ataques neutralizam ‘ganhos’ de Renan com relatoria da CPI

Monitoramento do MDB mostra que conteúdo negativo ao senador ficou no mesmo patamar da soma de mensagens positivas e neutras

Por Gustavo Maia 27 abr 2021, 09h23

A escolha do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria da CPI da Pandemia no Senado lhe rendeu tantos ataques — por parte de bolsonaristas — quanto defesas ou comentários neutros nas redes sociais. O diagnóstico foi feito em um levantamento realizado pela liderança do MDB entre 16 de abril, dia da notícia de que Calheiros seria o relator da comissão, e 22 do mesmo mês.

O monitoramento aponta o “empate” entre as menções negativas —108.981 (49,8% do total)— e a soma entre as 47.304 positivas e as 61.983 neutras (50% do total). As críticas foram impulsionadas por campanha e tuitaço convocados por aliados do presidente Jair Bolsonaro. Já boa parte dos que defenderam são de esquerda e se identificam com o ex-presidente Lula. E as menções neutras partiram majoritariamente de opositores de Bolsonaro.

Publicidade