Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Para que serviu a MP das Fake News?

Nascida para ter vida curta, a MP ajudou Bolsonaro na hora que ele precisou

Por Matheus Leitão 14 set 2021, 20h19

Aqui neste espaço escrevi que a MP das Fake News teria vida curta. Ela acaba de ser devolvida pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para o governo.

Isso é um gesto forte de um político que está construindo a sua possível candidatura com palavras suaves. Na segunda-feira, 13, foi a vez de o procurador-geral da República pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a MP.

O PGR pôde fazer um gesto também de crítica ao governo, mas sem se comprometer muito. Ele tem sido criticado por atitudes de defesa do governo Bolsonaro. A MP acabou sendo útil tanto para Pacheco, quanto para Aras. E Bolsonaro?

Ele também teve ganhos com a MP porque, com ela, o presidente fez um gesto em direção à sua militância mais radical na hora certa, véspera do 7 de setembro.

Eles puderam disseminar suas mentiras e discursos de ódio com tranquilidade no momento de animar a militância. As plataformas não podiam agir porque a MP, esta agora devolvida, estava em vigor.

Ela foi formulada com tantos defeitos, e sem respeitar os critérios que justificam as medidas provisórias, que iria mesmo ser rejeitada, considerada inconstitucional ou recusada pelo Senado, como acabou acontecendo nessa terça-feira, 14.

Continua após a publicidade
Publicidade