Clique e assine com até 92% de desconto
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem receber cachê, Bolsonaro vira garoto-propaganda da Honda

Moto usada em passeio integra frota destinada a avaliação e divulgação de produtos e foi cedida ao ex-deputado Alberto Fraga, amigo do presidente

Por Leonardo Lellis Atualizado em 8 out 2019, 16h55 - Publicado em 8 out 2019, 15h08

A moto que Jair Bolsonaro (PSL) usou em um passeio no último sábado pelo Palácio da Alvorada pertence à Honda, fabricante do modelo NC750X, usado pelo presidente, e integra a frota da montadora destinada a empréstimos para fins de avaliação e divulgação do produto.

Segundo a Honda, a motocicleta foi cedida em regime de comodato ao ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), amigo de Bolsonaro e candidato derrotado ao governo do Distrito Federal em 2018. Lançada no mercado brasileiro em 2016, a moto de 745 cilindradas é vendida a partir de 32 mil reais. Procurado para esclarecer se o presidente tem ciência dos propósitos em que o veículo foi cedido, o Palácio do Planalto disse que não iria comentar.

  • Em seu último passeio pelos jardins do Alvorada, enquanto conversava com apoiadores em frente ao palácio, Bolsonaro afirmou que pretendia comprar um moto igual à que estava conduzindo. “Vou comprar uma dessa pra mim”, disse, pouco antes de ser perguntado sobre o paradeiro de Fabrício Queiroz e responder “com a sua mãe” — ele deixou o local na sequência.

    O motociclismo é um dos hobbies do presidente. Em abril, durante o feriado de Páscoa, ele circulou de moto nos arredores do Forte dos Andradas, no Guarujá — depois, admitiu que cometeu uma infração de trânsito ao andar com o capacete levantado. No Dia dos Pais, também passeou com o veículo em Brasília.

    Continua após a publicidade
    Publicidade