Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pedido de Moro a Temer causa reação de advogados criminalistas

Juiz pediu a presidente que utilize seu 'grande poder' para evitar que Supremo Tribunal Federal reveja prisão após condenação em segunda instância

O pedido do juiz federal Sergio Moro para que o presidente Michel Temer (PMDB) influencie o Supremo Tribunal Federal (STF) para que a corte mantenha as prisões a partir da condenação em segunda instância causou reação entre advogados criminalistas. “O governo federal tem um grande poder e grande influência e pode utilizar isso. Se houver mudança, seria um grave retrocesso”, afirmou o juiz em evento nesta terça-feira (5).

Nesta quarta-feira, os advogados Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, e José Roberto Batochio, que defendem alguns dos investigados na Operação Lava Jato, comentaram a fala do juiz. Kakay definiu a postura de Moro como “ousadia” e questionou a “paridade de armas” entre defesa e acusação. Ele é advogado de uma das ações que tramitam no STF e que defendem que condenados só possam ser presos depois do chamado trânsito em julgado, quando não são mais possíveis recursos.

“Imagine se eu resolva escrever um artigo pedindo a interferência do Executivo usando o enorme poder que tem a Presidência – expressão utilizada pelo juiz – junto ao Supremo Tribunal Federal. Seria certamente acusado de tentar obstruir a Justiça, de tentar influenciar indevidamente um julgamento junto ao Poder Judiciário”.

Batochio compartilha da mesma avaliação. “Desde Montesquieu, os poderes são separados na República. O Legislativo, legisla. O Executivo, governa. E o Judiciário, julga conforme as leis e não pode querer influenciar como se formulam as leis. Cada um tem que ficar no seu quadrado”, disse a VEJA.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Advogado adora, de chicana em chicana, postergar julgamentos. Em casos de clientes ricos, que são os que mais lhe interessa, quase sempre se consolida a figura de prescrição do delito. Aí é só partir para a galera com os bolsos cheios. Esse é o nosso brasil varonil.

    Curtir

  2. Esses e outros advogados querem perpetuar a impunidade. Isso é um grotesco golpe contra a Justiça. Já na 1ª Instância o condenado deveria ser preso para começar a reparar o dano à sociedade. Não se pode legislar pelas excessões, que seriam os condenados indevidamente.

    Curtir

  3. JOSÉ ALVES GUIMARÃES

    Esses caras estão ganhando fortunas defendendo a bandidagem que saqueia o povo é o país. Amealham fortunas oriundas de roubos, portanto…

    Curtir

  4. A impunidade é a inimiga nº1 do Brasil. Parabéns Sergio Moro!

    Curtir

  5. CONN Warrior

    Brasil,sil,sil. Ame-o ou deixe-o. Pois é… eu o deixei e já fazem 23 anos. Amar é uma coisa ser traido diariamente e aguentar calado outra.

    Curtir

  6. Sim! Os advogados dos corruptos!

    Curtir

  7. Kakay e Batochio, 2 advogados beneficiados pelo propinoduto de dinheiro roubado da Petrobras.Defensores dos maiores criminosos de colarinho branco do Brasil. São usuários desse dinheiro sujo, por isso são contra prender seus clientes do crime organizado.

    Curtir