Clique e assine com até 92% de desconto
Lillian Witte Fibe Por Blog Política, economia e outros temas do momento. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Procura-se juiz garantista para:

Mais de 7.000 famílias vão chorar o assassinato de seus filhos adolescentes este ano. Quem se habilita a garantir-lhes o direito à justiça?

Por Lillian Witte Fibe 11 mar 2018, 16h38

1) as mães e os pais dos 28.666 adolescentes que, segundo a Unicef, vão ser assassinados no Brasil nos quatro anos compreendidos entre 2018 e 2021 só nas cidades com mais de 100 mil habitantes.
O relatório da agência, divulgado no fim do ano passado, avisa que as projeções se cumprirão “se nada for feito”.
Levante a mão quem acha que algo será feito para que os índices de criminalidade melhorem no País a curto ou médio prazos – e que, portanto, o número pode ser menor.
Quantos desses crimes serão punidos, garantindo os direitos das famílias? Com a palavra, os juízes garantistas, tão em moda quando o assunto é crime do colarinho branco.
https://www.unicef.org/brazil/pt/media_37371.html
2) as famílias dos mais de 400 policiais civis e militares mortos por ano no País, segundo as mais recentes estatísticas.
Garante-se a essas famílias seu sustento? Uma indenização?
Não menos importante: garante-se punição aos culpados?
Uma dessas estatísticas, também publicada no fim de 2017, pode ser conferida aqui:
http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2017/12/ANUARIO_11_2017.pdf

Publicidade