Clique e assine a partir de 9,90/mês
Letra de Médico Por Adriana Dias Lopes Orientações médicas e textos de saúde assinados por profissionais de primeira linha do Brasil

Sentimento de culpa ao comer? Isso tem nome: comer transtornado

Cultura da beleza e da magreza, dietas e a pressão social são alguns fatores responsáveis pelo início desse comportamento de risco

Por Claudia Cozer Kalil - Atualizado em 16 dez 2019, 10h48 - Publicado em 16 dez 2019, 10h47

Muitas vezes o medo ao comer, a culpa pelo o que ingeriu, a prática constante de dietas, muitas restrições alimentares sem sentido ou fundamentos, métodos compensatórios para perder ou controlar o peso, alternados com episódios compulsivos, podem não preencher os critérios para se classificar o indivíduo como portador de um transtorno alimentar, mas esse é certamente o caminho de se chegar até ele.  

O ato de comer tem que estar atrelado a uma necessidade básica e aos sinais do próprio corpo, respeitando os sintomas fisiológicos de fome e saciedade. Sempre que a alimentação estiver vinculada a sentimentos de angústia, medo, culpa, ansiedade ou remorso, temos um problema sério! Comer não pode ser ou se tornar um sofrimento, tem que ser um momento de prazer e bem estar.

Medo da comida

Temos dois universos simultâneos no mundo atual, de um lado a alta prevalência da obesidade, de outro o aumento desses comportamentos de risco entre adolescentes e principalmente estudantes universitários. A problemática é global e a prevalência no Brasil aponta que em adolescentes de 12 a 19 anos encontra-se até 37,3% com sintomas de compulsão alimentar e 24,7% fazendo dieta restritiva. 

Esses jovens apresentam hábitos, crenças e convicções inadequados e sem nenhum embasamento científico ou médico. A globalização de informações sobre beleza, magreza, dietas e a “pressão” social, são alguns fatores responsáveis pelo início desse comportamento de risco. Deve-se ainda considerar a influência de fatores pessoais como experiências alimentares e cultura familiar, classe social e padrões de beleza. 

Continua após a publicidade

Estudos apontam que 90% das mulheres tem queixas em relação à imagem corporal e 65% das universitárias querem ser mais magras (mesmo estando com o peso dentro da normalidade).

Todo esse controle obsessivo de peso, de calorias, de grupos alimentares, gera uma angústia interna imensa que ocupa grande parte do pensamento do indivíduo. A ideia de comer saudável extrapolou para uma forma de sofrimento físico, social e emocional imensurável. 

A cada convite ou evento social, o indivíduo sente um medo grande porque terá que sair de um ambiente seguro, com um plano alimentar limitado e pré estabelecido, para enfrentar sinais fisiológicos do próprio corpo. Perde-se a confiança nas suas próprias escolhas e vontades. Limita-se o convívio social e aumenta-se o medo pelo desconhecido, mas o pior é que muitos não reconhecem esse estado de saúde ou têm medo de buscar ajuda e perder o controle sobre o “corpo saudável” que conquistou. 

O indivíduo vira refém do corpo e da alimentação, e o pior, muitas vezes sofre em silêncio. 

Continua após a publicidade

 

Claudia Cozer Kalil

 

Quem faz Letra de Médico

Adilson Costa, dermatologista
Adriana Vilarinho, dermatologista
Ana Claudia Arantes, geriatra
Antonio Carlos do Nascimento, endocrinologista
Antônio Frasson, mastologista
Arthur Cukiert, neurologista
Ben-Hur Ferraz Neto, cirurgião
Bernardo Garicochea, oncologista

Carmita Abdo, psiquiatra
Claudia Cozer Kalil, endocrinologista
Claudio Lottenberg, oftalmologista
Daniel Magnoni, nutrólogo
David Uip, infectologista
Edson Borges, especialista em reprodução assistida

Eduardo Rauen, nutrólogo
Fernando Maluf, oncologista
Freddy Eliaschewitz, endocrinologista
Jardis Volpi, dermatologista
José Alexandre Crippa, psiquiatra
Ludhmila Hajjar, intensivista
Luiz Rohde, psiquiatra
Luiz Kowalski, oncologista

Marcelo Bendhack, urologista
Marianne Pinotti, ginecologista
Mauro Fisberg, pediatra

Raphael Brandão, oncologista
Roberto Kalil, cardiologista
Ronaldo Laranjeira, psiquiatra
Salmo Raskin, geneticista
Sergio Podgaec, ginecologista

Publicidade