Clique e assine a partir de 9,90/mês
Felipe Moura Brasil Por Blog Análises irreverentes dos fatos essenciais de política e cultura no Brasil e no resto do mundo, com base na regra de Lima Barreto: "Troça e simplesmente troça, para que tudo caia pelo ridículo".

Não há limites! Petistas manipulam vídeo de Sartori sobre piso dos professores

Por Felipe Moura Brasil - Atualizado em 31 jul 2020, 02h49 - Publicado em 20 out 2014, 21h13

Acabo de fazer um post para desmascarar o falso vídeo de Dilma sobre uma escola estadual de Minas Gerais e já tomo conhecimento de outra manipulação* petista, não de imagem, nem de fala, mas de contexto do conteúdo, dessa vez contra o candidato do PMDB ao governo do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, que disputa o segundo turno com o atual governador Tarso Genro (PT) e apoia Aécio Neves (PSDB) na campanha para a Presidência da República.

Sartori concedeu uma entrevista ao Portal Terra nesta segunda-feira e os militantes do PT foram rápidos em editar a favor do partido o trecho sobre o piso salarial dos professores. Mas vou deixar para explicar o truque abaixo dos vídeos, para que o leitor perceba por si só como o contexto faz falta.

Primeiro, eis a versão editada, publicada no Youtube pelo canal Tarso Nas Redes e compartilhada no Twitter pela deputada Manuela D’Ávila, do PCdoB, e no Facebook pela página Tarso 13.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=40Jwp5EDZok?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=620&h=349%5D

Continua após a publicidade

Tumelero, para quem não sabe, é uma loja onde se vendem literalmente pisos, azulejos etc.

Agora veja a versão original da entrevista e repare como o corte acima foi feito maldosamente para enganar o eleitor.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=5szyxWuX5hg?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=620&h=349%5D

Deu para notar? Eu não espero que MAVs do PT compreendam uma ironia, mas ao falar do piso dos professores, Sartori estava explicando suas diferenças em relação a Tarso Genro e ironizou o governador, a rigor o trato do governador aos professores – e não os professores – com a solução obviamente absurda de arranjar pisos na loja de materiais e ferramentas.

Continua após a publicidade

Tanto que, em seguida, em trecho excluído na edição petista, criticou Genro justamente por não pagar o piso de cuja criação participou: “No final do ano, o piso salarial dos professores do Rio Grande do Sul, vai ser um passivo de 10 bilhões de reais”, disse Sartori.

No desespero diante do resultado de 60% a 40% em favor de Sartori na pesquisa Datafolha de intenção de voto, a militância do PT (veja abaixo as mensagens que acompanharam os posts) tentou jogar os professores contra o candidato do PMDB, assim como tenta, na campanha nacional, jogá-los contra Aécio.

Não há limites para os embustes dessa gente.

Captura de Tela 2014-10-20 às 21.14.46 Captura de Tela 2014-10-20 às 21.02.30

Continua após a publicidade

Captura de Tela 2014-10-20 às 20.00.20

* Manipulação: “manobra com o fim de enganar”, como define o dicionário Houaiss.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook e no Twitter. Curta e acompanhe também a nova Fan Page.

Publicidade