Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Bahia Por VEJA Correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens baianos.

Temer será testemunha de Geddel sobre denúncia de Calero

Ex-presidente vai depor no processo em que baiano é acusado de pressionar ministro da Cultura para exigir liberação da construção de edifício

Por Rodrigo Daniel Silva Atualizado em 31 jan 2019, 13h02 - Publicado em 31 jan 2019, 12h09

O ex-presidente da República Michel Temer (MDB) será testemunha de defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) no caso sobre a denúncia do também ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero.

O emedebista baiano é réu por improbidade administrativa por supostamente exigir a Calero a liberação da construção do Edifício La Vue, no bairro da Barra, em Salvador, no qual havia comprado um apartamento. Na ocasião, Geddel era ministro-chefe da Secretaria de Governo.

A obra estava embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão vinculado ao Ministério da Cultura. Além de Temer, os ex-ministros Eliseu Padilha e Gustavo do Vale Rocha também foram arrolados como testemunhas de Geddel. No dia 15 de março, acontecerá a audiência de instrução do baiano na sede da Justiça Federal no DF.

  • Geddel está preso desde setembro de 2017 no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Ele foi preso por ordem do juiz Vallisney de Souza Oliveira após a Polícia Federal identificar impressões digitais nos 51 milhões de reais apreendidos em um apartamento em Salvador. O magistrado argumentou que havia “fortes indícios” de o dinheiro pertencer ao ex-ministro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade