Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Poste sabido (2)

Haddad recita o palavrório que seus parceiros do grupo SempreSeremos171 ordenaram que decorasse

Por Augusto Nunes - 11 jul 2020, 21h01

“O pacto de Bolsonaro com a morte é inquebrantável: ele diz não às máscaras, de eficácia comprovada, e sim à cloroquina, abandonada pela ciência. Nenhuma manifestação das associações médicas? A que ponto chegamos”. (Fernando Haddad, sem ocupação conhecida desde o fiasco nas urnas de 2018, no Twitter, mostrando que decorou direitinho o discurso que o grupo Somos70porcento, chamado pelos mais íntimos de SempreSeremos171, ordenou que recitasse)

Publicidade