Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: O gordo e os magros

Dialeto usado nos corredores da Papuda revela que Geddel Vieira Lima, Lúcio Funaro e Ricardo Saud merecem estar exatamente onde estão

Por Augusto Nunes Atualizado em 7 out 2017, 15h41 - Publicado em 7 out 2017, 15h26

“Saud, vou te matar”. (Lúcio Funaro, doleiro preso pela operação Lava Jato no presídio da Papuda, ao gritar ameaças ao companheiro de cadeia Ricardo Saud, braço direito de Joesley Batista na JBS)

“Saud, também vou te matar”. (Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Lula e Temer, preso pela operação Lava Jato pelas bandalheiras feitas enquanto foi vice-presidente da Caixa Econômica Federal no governo Dilma, endossando as ameaças ao companheiro de cadeia)

“Cala a boca, seu gordo”. (Ricardo Saud, mostrando que, por algum motivo, leva as provocações de Geddel menos a sério que as de Funaro)

Publicidade