Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

País do Carnaval

“Minha condenação é um ato de perseguição política”. José Genoino, anexando a sentença da Justiça Federal de Minas que o condenou a quatro anos de prisão por peculato à papelada em que requer à Comissão de Anistia o status de “perseguido político pelo regime democrático, com direito a indenização e pensão mensal vitalícia”.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h36 - Publicado em 18 out 2012, 17h30

“Minha condenação é um ato de perseguição política”.

José Genoino, anexando a sentença da Justiça Federal de Minas que o condenou a quatro anos de prisão por peculato à papelada em que requer à Comissão de Anistia o status de “perseguido político pelo regime democrático, com direito a indenização e pensão mensal vitalícia”.

Publicidade