Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O Clinton de botequim deveria ter saído da sala de interrogatório diretamente para a cadeia. Ou para algum hospício

Condução coercitiva foi pouco, grita a leitura do depoimento de Lula à Polícia Federal. Divulgada nesta segunda-feira, a transcrição da conversa informa que o chefão do cleptopopulismo (ainda) no poder não se sentiu “prisioneiro”, como fantasiou na discurseira a seus devotos. Sentiu-se em casa, corrige o palavrório despejado na sala de interrogatório pelo investigado insolente. […]

Condução coercitiva foi pouco, grita a leitura do depoimento de Lula à Polícia Federal. Divulgada nesta segunda-feira, a transcrição da conversa informa que o chefão do cleptopopulismo (ainda) no poder não se sentiu “prisioneiro”, como fantasiou na discurseira a seus devotos. Sentiu-se em casa, corrige o palavrório despejado na sala de interrogatório pelo investigado insolente.

Entre chiliques ensaiados e surtos de cólera, contou vantagem e contou mentiras em linguagem de pátio de presídio. Se o delegado fosse menos tíbio, o pai do Petrolão seria preso por desacato à autoridade depois da primeira resposta debochada. Se houvesse um psiquiatra forense testemunhando a conversa, não escaparia da camisa de força na terceira manifestação de insanidade.

Depois de contar que cobra 200 mil dólares por palestra, por exemplo, justificou o preço salgadíssimo com a seguinte maluquice: “Nós pegamos um valor do Bill Clinton e falamos: ‘Nós fizemos mais do que ele, então nós merecemos pelo menos igual’. Conversa de napoleão-de-hospício. Basta o vídeo em que um sopra um saxofone e outro tortura uma vuvuzela para atestar que o Lula tem tanto a ver com o colega ianque quanto Dilma Rousseff com Winston Churchill.

É a segunda vez que o camelô de empreiteira se compara a um estadista americano. Há dois anos, botou na cabeça que era a versão nativa de Abraham Lincoln. Nesta semana, o Lincoln de galinheiro foi substituído por um Clinton de botequim.

http://videos.abril.com.br/veja/id/718f814adb221bf8d6d8395af23468cb?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    piconze

    Irmão Augusto, parabéns pelo comentário, se ele é louco, tem problemas mentais, sofre de algum outro tipo de doença que faz esquecer a dinheirama que desviou “EU NÃO SEI DE NADA SOBRE ISSO”.
    Como diria o Flávio Nunes (não sei se vou acertar) Kapariu, EU SEI ele é um ladro.
    Beijão Piconzé.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Mariana

    Já está no tempo, de se fazer um estudo, para saber quantas pessoas com níveis baixíssimo de escolaridade e péssima cultura, saíram-se bem, politicamente falando, em outros países. Não se deve pensar na idolatria sem vergonha dos aproveitadores de mau carácter. Também não serve dar razão àqueles que acham que pode continuar por muito tempo enganando e desrespeitando tudo. Será também muito interessante, saber: Quem são aqueles, que não se importam e, deixam pessoas suspeitas de envolvimento com escândalos de negociatas, continuarem a exercer funções de mando, fingindo que são imaculadas e, respeitosos cidadãos? Será que isso acontece em qualquer parte do universo? Não acredito! Se alguém dá pouco valor a honestidade e seus desmandos descobertos, por certo, nunca mais deveriam desfrutar de vantagens vantajosas .É uma inversão de valores comtemplar os que não apreciam a honradez da honestidade, e não honram igualmente, o espaço que lhes confiaram.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Cronos

    Que falta faz um capitão “Eucaristo Rosa” num interrogatório desse nível.Vejam-no em ação:
    “-Então,o senhor é o Clodulfo do Nascimento,do Sobradinho…-o Delegado Militar começou.
    O guarda-livros de Seu Americão Barbosa mantinha-se mudo,de cabeça baixa.
    -…filho de Eleutéria de Tal e pai ignorado…Recolhido por caridade em casa alheia…
    O Clodulfo ergueu um pouo a cabeça e quis esclarecer:
    -Meu pai…
    Ai! Um bofetão acertou-lhe bem na tábua do pescoço,alcançando a orelha,fazendo o preso cambalear.
    -Só me abra o bico quando chegar a sua hora!-Bufou o negro,a mão erguida,meio aberta em concha,já de bote rearmado.
    O Capitão Eurcaristo prosseguia:
    -Foragido da cidade por desfalque e outras pequenas sujeirinhas…Confere?
    A dor e a zoada no ouvido não deixavam,entretanto,que o Clodulfo escutasse,entendesse a pergunta.
    -Responde,cabra à-toa! Seu Capitão ‘tá lhe perguntando!-e,agora,foram uma,e duas,e três bofetadas cruzadas,estalantes,de palma e costas de mão,lado e outro da cara do Clodulfo!
    O Capitão proseguiu:
    -E,aqui em Santana do Boqueirão,hoje em dia,metido na alta,político,um dos mandachuvas do lugar,e bandido,e empreiteiro de morte…
    -Onde está sua jagunçada? Pode começar a ditar os nomes para o escrivão.Os nomes,onde foi que se esconderam…”

    Curtir

  4. Comentado por:

    Sônia

    O honestão indignado, tratado como autoridade, se achando superior, estava bem à vontade. Estava com fome. Seu advogado, devidamente prestativo, pois deve ganhar excelentes honorários, ainda exalta que o homem que tirou milhões da miséria e da fome, também tinha direito de comer. E o Lula foi servir-se de misto quente, café e pão de queijo. O “sequestrado”. como ele afirmou, pelo jeito foi muito bem tratado. Afinal, está acostumado com mordomias. Muitas mordomias. Me lembro de ter lido que, quando vai às palestras “mundiais”, para mostrar seus feitos e como o melhor presidente do universo fez para fazer do Brasil a maior maravilha que já se viu, além de exigir de tudo, quer também menu de travesseiros. Um luxo para poucos, principalmente para quem odeia as elites. Um hipócrita, demagogo, folgado e agora ministro. Uma vergonha. Depois dessa, podemos esperar de tudo deste cara, até mesmo levar a família toda para o palácio, colocar um trono e dizer que é o rei da Banânia. Passaram de todos os limites. Quem irá acabar com essa farra?

    Curtir

  5. Comentado por:

    Roberto Nogueira Sampaio

    Cultural e politicamente o Brasil esta mais por baixo do que barriga de jararaca, por outro lado já morreram os prefeitos de Campinas e Santo André e os diretores da bancoop só não morrem o imposto sindical e a jararaca.

    Curtir