Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

José Eduardo Cardozo conquista o troféu de novembro e entra na enquete que vai eleger o Homem sem Visão de 2012

“Dedico este troféu ao meu antecessor Márcio Thomaz Bastos, nosso querido God”, emocionou-se o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado do resultado da enquete que apontou o Homem sem Visâo de Novembro. “Eu tinha dois sonhos: ser porquinho da Dilma e HSV do Ano. Estou perto de me realizar como político […]

“Dedico este troféu ao meu antecessor Márcio Thomaz Bastos, nosso querido God”, emocionou-se o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ao ser oficialmente informado do resultado da enquete que apontou o Homem sem Visâo de Novembro. “Eu tinha dois sonhos: ser porquinho da Dilma e HSV do Ano. Estou perto de me realizar como político e como gente”. Com 45% do total de votos, Cardozo disparou na liderança ao desancar o sistema carcerário brasileiro, administrado há 10 anos pelo PT e há 23 meses por ele próprio.

Com 23%, o deputado federal Odair Cunha, do PT mineiro, garantiu uma honrosa medalha de prata. “Só não ganhei porque faltou tempo para ameaçar de indiciamento os leitores-eleitores”, declarou o relator da CPI do Cachoeira. O governador gaúcho Tarso Genro, com 17% da votação, conformou-se com a medalha de bronze. O lanterninha foi o prefeito Gilberto Kassab (15%).

Com a escolha do vencedor da disputa de novembro, começa na enquete a briga de foice pelo título de Homem sem Visão de 2012. Participam da histórica finalíssima os  candidatos Paulo Henrique Amorim, Rui Falcão, Cândido Vaccarezza, Ana Arraes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, José de Abreu e José Eduardo Cardozo.

Às urnas, leitores-eleitores! A Comissão Organizadora publicará amanhã o prontuário dos oito concorrentes! Examinem com espírito cívico a vida e obra de cada candidato! A votação será encerrada em 14 de dezembro! Não deixem de participar da única eleição que permite votar sem remorso em gente que ninguém merece! E que vença o pior!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Luis R N Ferreira

    Acho que o fato mais significativo de 2012 foi o julgamento do mensalão e o que isto representou como alento a uma sociedade cada vez mais descrente da eficácia de nossas instituições frente aos reiterados desvios éticos de nossos governantes. Nada mais coerente que o título de HSV do ano caiba ao ministro Lewandowsky, que foi o contraponto grotesco ao longo de todo o julgamento. Que a cada manifestação nos fazia lembrar tudo o que um magistrado não pode ser. Um capacho dos mandantes do crime que, ardiloso, de todas as formas tentou obstruir o curso do julgamento e que do momento histórico em que foi um participe histriônico ele nunca conseguiu enxergar a verdadeira importância.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Mairalur

    Para o título do ano, faço campanha para o ministro-afilhado. Esse tipo foi o destaque nefasto de 2012, pelo mal que nos poderia ter feito no julgamento do Mensalão, não fosse nosso Negão Maravilha cortar-lhe as asas.

    Curtir

  3. Comentado por:

    PAULO BOCCATO

    TAÍ O PRÓPRIO PORQUINHO FELIZ !
    COM DIREITO A FITA E MEDALHA…

    Curtir

  4. Comentado por:

    MALDONADO

    ACHO QUE O “HSV” NUNCA VIU ALGO “SIMILAR ASSIM IGUAL DU BALAKOBAKO” BEM NOS 2 ÚLTIMOS MESES, BEM NO DISCO FINAL, SURGINDO DO NADA APARECE SEU CARDOZO DA JUSTIÇA/ESBAFORIDA, TENTANDO DOMAR A “MÁ LUFADA” DO UNICORNIO DU TUFÃO/CARMINHA, LÁ PRÁ BANDAS DA BORDA DO CAMPO, MISTURANDO “PR” QUÁ ROSEMARY, MAIS UMA MALA DE 25 MILHÕES, QUE COM “CERTEZA” FOI “MANDADA” DOS COFRES DA NOTÓRIA UNIÃO DUS OTÁRIOS ELEITORES/CONTRIBUINTES NACIONAIS.
    NOTA: ASSIM NO APAGAR DAS LUZES DE 2012, CONTRARIANDO TODAS AS PREVISÕES ANTERIORES, MEU VOTO HSV SEGUE PARA O SEU CARDOZO, A NÃO SER QUE ALGO ARREBATADOR, RESOLVA VIRAR A MESA.
    NOTA: E NESTA ALTURA DO CAMPEONATO, POR ONDE ANDA SEU “PR”.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Henrique Araujo

    Eu votei no Lewandowski para Homem sem Visão de 2012. Creio que não há concorrentes, pois esse homem levado-da-breca aprontou muitas e más durante meses a fio.
    No entanto, eu destaco um outro candidato: Paulo Henrique Amorim. Esse elemento deveria ser hors concours. O que ele escreve em seu blog é totalmente absurdo, sem falar naquele problema com o Heraldo Pereira.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Airton

    Data venia , queria incluir esta fala no prontuario do ministro José Cardoso :
    ” Os deputados Efraim Filho (DEM-PB) e Mendonça Filho (DEM-PE) questionaram há pouco o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, sobre o motivo de a Polícia Federal (PF) não ter solicitado a quebra dos sigilos telefônico e de e-mails de Rosemary de Noronha, chefe de gabinete do escritório da Presidência da República em São Paulo, durante as investigações da Operação Porto Seguro.
    Segundo o ministro, as interceptações telefônicas foram feitas por critério técnico. “Não há gravações que envolvam a senhora Rosemery porque simplesmente essas interceptações não tinham autorização da Justiça”, declarou. “Se alguém detém essas gravações o fez sem o aval da Justiça e terá que responder por isso”, completou.

    Curtir