Blogs e Colunistas

17/03/2014

às 11:10 \ Comunismo

A deputada comunista assaltada deveria reclamar com o Sakamoto!

Fonte: Estadão

A deputada Manuela D’Ávila, assaltada recentemente, desabafou nas redes sociais contra a ironia que alguns fizeram, chegando a afirmar que ela merecia ser assaltada e que isso era apenas transferência de renda. Entendo sua revolta, mas acho que ela deveria canalizá-la para seus próprios companheiros de luta comunista. O Sakamoto, por exemplo.

Esse caricato esquerdista chegou a escrever um texto alegando que a ostentação dos ricos era responsável pelos assaltos. A coisa é tão absurda que merecia apenas ser ignorada. Não fosse o caso de Sakamoto ter espaço na mídia e desse absurdo artigo ter recebido 17 mil curtidas! Diz ele:

Não tenho medo de ser assaltado em meu carro porque não tenho carro. Não receio que levem minhas jóias ou meu relógio caro porque não tenho relógio. Não fico com pavor de entrarem na minha casa e levarem tudo porque meu bem mais precioso é um ornitorrinco de pelúcia. Não me apavoro em andar na rua à noite a não ser por conta do risco de chuva. E por mais que vá a bons restaurantes de vez em quando, devo ressaltar que nunca fui assaltado em nenhuma barraca de cachorro-quente… Acho que já deu para entender o recado. Não tenho medo da minha cidade porque, tenho certeza, ela não precisa ter medo de mim.

Portanto, a deputada comunista deveria reclamar com o colega de ideologia, não com a “direita”. Manuela não só tem carro, como tem um carro de luxo, importado, que custa caro. É a comunista mais “patricinha” que existe. Essa turma luta por “justiça social” e por “igualdade de renda” sempre acumulando mais e mais capital para si próprios.

Por fim, a deputada, que pertence ao jurássico PCdoB, escreveu, à guisa de conclusão:

Luto por uma cultura de paz, que respeite as diferenças e construa relações mais solidárias e generosas entre as pessoas. Que o abismo não olhe tanto para dentro de nós e que possam refletir sobre a violência que cometeram contra mim e minhas pessoas queridas em cada comentário desses. Lutar para mudar o Brasil, com amor no coração, vale mais a pena.

Ora, falar em cultura de paz embaixo de uma bandeira com a foice e o martelo? Deputada, a senhora não sabe que essa ideologia foi responsável pela morte direta de 100 milhões de inocentes, ao menos, e que deixou um rastro de miséria e escravidão por onde passou? Não sabe que a violência sempre foi uma arma defendida abertamente pelos líderes comunistas como legítima para a revolução?

Lutar para mudar o Brasil? Em que direção? A cubana? A venezuelana? Onde foi que o comunismo deu certo, deputada? Onde foi que o comunismo trouxe paz e amor? A pomba da paz, eternizada em litografia do comunista Picasso, era usada como propaganda por Stalin enquanto milhões eram mortos na União Soviética *. Paz?

Deputada Manuela D’Ávila, como você tem coragem de falar em paz e amor sendo do PCdoB, um partido que chegou ao ridículo de escrever uma carta de apoio ao ditador assassino da Coreia do Norte? Não tem vergonha na cara? Acha que todos são idiotas?

Não, deputada, eu não sou um desses que acha que você merece ser assaltada, ou sofrer coisa pior. Não vou agir como os próprios comunistas, seres odientos, movidos pelo rancor e o ressentimento. Apenas gostaria que uma pessoa com seu discurso ultrapassado, jurássico, hipócrita, não encontrasse mais eleitores ignorantes a ponto de crer nele. Mas o Brasil ainda está muito atrasado nesse quesito, infelizmente. A ponto de até comunistas terem votos por aqui.

E sobre aqueles que acham que você mereceu ter seu luxuoso carro roubado, vá reclamar com Sakamoto, que pode ser tudo, menos direitista.

* Picasso, em vida, recebeu duas vezes o Prêmio Lênin da Paz. Existe contradição maior do que essa, a de utilizar na mesma expressão duas coisas tão antagônicas como paz e Lênin? Algumas declarações do líder bolchevique, recuperadas após a abertura dos documentos soviéticos e reunidas em O livro negro do comunismo, demonstram o quão pacífico era esse senhor:

Toda a essência do nosso trabalho visa à transformação da guerra numa guerra civil. Não podemos prometer a guerra civil, nem decretá-la, mas temos o dever de trabalhar – o tempo que for necessário – nessa direção.

Enquanto não aplicarmos o terror sobre os especuladores – uma bala na cabeça, imediatamente – não chegaremos a lugar algum!

É chagada a hora de levarmos adiante uma batalha cruel e sem perdão contra esses pequenos proprietários, esses camponeses abastados.

Camaradas! O levante kulak nos cinco distritos de sua região deve ser esmagado sem piedade. É necessário dar o exemplo. Enforcar, e digo enforcar de modo que todos possam ver, não menos que cem kulaks.

Haja pacifismo!

Rodrigo Constantino

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado

135 Comentários

  • Helenna

    -

    26/5/2014 às 23:02

    Finalmente alguém com bom senso! Parabéns colunista!

  • Jabesmar

    -

    26/3/2014 às 18:32

    Não acho que ninguém deva ser assaltado. Contudo…
    Acho interessante uma comunista falar dos outros como totalitaristas. Seria ignorância ou falsidade pura e crua?
    Quer regime mais totalitarista que o comunismo?

  • André

    -

    19/3/2014 às 22:36

    Ué, comunista tem casa???
    Hahahahahaha!

  • Pedro Pozza

    -

    19/3/2014 às 3:40

    Para completar. Nossos comunistas gostam muito de Cuba e da coreia do norte. Estranho que não queiram morar lá. Será que não e tão bom assim como falam? Pelo menos sabemos que lá não tem carro importado e roupas de marca. Talvez só para a elite que comanda os infelizes cubanos e coreanos.

  • Pedro Pozza

    -

    19/3/2014 às 3:37

    Brilhante artigo. Ainda bem que há brasileiros lúcidos nesse pais. Quem sabe possamos nos salvar do comunismo bolivariano que se prenuncia no Brasil. E quando isso ocorrer, temos de mandar gente como essa Deputada embora do pais. Essa gente tem que ser condenada ao degredo, como ocorria na idade média. Não podemos deixar que continuem sugando o dinheiro dos nossos impostos.

  • Fernando A Mondini

    -

    18/3/2014 às 18:01

    Essa é mais uma da esquerda caviar.

  • wilson

    -

    18/3/2014 às 17:48

    quem quiser conhecer os detalhes da Revolução de Stalin, como viviam as famílias durante os anos de chumbo, recomento “Sussurros”.
    Impróprio para comunistas e socialistas convictos, sob risco de virem a se filiar no DEM dps da leitura…rss

  • Big Brother

    -

    18/3/2014 às 14:24

    “Prêmio Lênin da Paz” é um baita oximoro.

  • Olavo Boto

    -

    18/3/2014 às 11:18

    Rachel Sheherazade deve ser exemplo do bom jornalista.

  • cesar

    -

    18/3/2014 às 10:12

    Da vontade de vomitar vem um Patricinha sem vergonha dessa reclamar oque? o seu partido ajudou a criar esse estado de coisa inocentando todo mundo.

  • RACastro

    -

    18/3/2014 às 9:25

    É de assustar e apavorar quando pensamos nos movimentos que a sociedade brasileira está fazendo. Muitos, por opção, ainda que de forma ignorante, mas a grande maioria, por absoluta falta de instrução. Nosso país tem sido conduzido há anos por pulhas que, por subsídio à miséria e bolsas de todo tipo, tem afastado cada vez mais o país da busca pelo crescimento sustentável e crescente. Aquele que leva à distribuição de renda invejada e tão almejada por países que querem, realmente crescer, prosperar e gerar qualidade de vida A TODOS e não somente aos seus governantes. Coisa que só acontece no comunismo, que divide e distribui as migalhas do povo entre os miseráveis desse mesmo povo, enquanto as elites que comandam o regime desfrutam de conforto e esbanjam qualidade de vida do alto de seus castelos protegidos contra a ralé.
    Por que, então, não dividem e distribuem as riquezas acumuladas pelos ‘senhores feudais’ que acreditam e pregam os preceitos do comunismo? Talvez assim, tivéssemos um pouco mais de esperança num Brasil melhor e mais justo onde a vida de todos seria melhor, com mais equidade, oportunidade, mais trabalho e geração de renda e, consequentemente, menos violência.
    Precisamos de mecanismos mais contundentes que façam valer a opinião da minoria votante neste país, pois do contrário, afundaremos com aqueles que continuam elegendo esse tipo de gente que, de uma forma ou de outra, contribuem para a governabilidade deste país. O momento político, social e econômico do Brasil é delicado e muito preocupante no que se refere ao futuro, pois temos hoje muito mais incertezas do que esperanças. Muito mais violência do que tranquilidade para ir e vir, até para trabalhar. Reflexos do desmazelo, oportunismo e manutenção do poder a qualquer custo que há anos temos sido obrigados a ver e a conviver sem que nada de efetivo e promissor tenha sido feito nessas últimas décadas.
    Ou mudamos agora ou poderemos ir a pique muito mais rápido do que o pior pessimista jamais imaginou.

  • Luiz Rodrigues

    -

    18/3/2014 às 7:54

    Bonitinha mas ordinária…

  • orestes orsini

    -

    18/3/2014 às 2:24

    essa donzela e seus amiguinhos, incluo o imbecil do Maduro, o COMA ANDANTE Fidel Castro e o xinfrim de seu irmão e o GRANDE VAGABUNDO LULLA sua pupila Dilma, a Ridicula, sua amiguinha Martaxa deveriam se mudar para a Coreia do Norte e viver como o povo de lá sobrevive e deixar o BRASIL livre dessa cambada de parazitas

  • Andre Carvalho

    -

    18/3/2014 às 1:05

    O criador do prêmio Lênin da paz devia sofrer de surtos de sarcasmo.

  • HDG

    -

    17/3/2014 às 22:41

    Aonde está esse ladrão que quero tomar uma cerveja com ele e o Yuka, e depois tirar uma selfie com ele e o Marcos Palmeira.

  • mendes

    -

    17/3/2014 às 21:57

    Obrigado R.C., falou por mim.

  • João Neto

    -

    17/3/2014 às 21:43

    Essa moça é filha do Tasso Genro? Se sim, tá explicado.

  • marcio r. g. cortes

    -

    17/3/2014 às 21:40

    Tudo novamente em respeito à Fernando Pessoa:
    O TEJO É MAIS BELO QUE O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA\ MAS…O TEJO NÃO É MAIS BELO QUE O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA\ PORQUE O TEJO NÃO É O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA.
    Valeu Fabiana.

  • marcio r. g. cortes

    -

    17/3/2014 às 21:35

    Ah, só mais uma coisa: a tal onda de racismo nos estádios de futebol, são convienimente ações com fundo ideológico tentando dividir a sociedade brasileira e mostrar uma coisa absurda onde todos se odeiam…VERGONHA DA IMPRENSA E VERGONHA INTELECTUALMENTE ASQUEROSA: TENHO 43 ANOS, E CONHEÇO O BRASI. Fazer proselitismo, no Brasil de hoja, angaria-se votos. Jamais concordarei napolítica de divisão de classes.

  • marcio r. g. cortes

    -

    17/3/2014 às 21:22

    Cara Fabiana (12:38)
    Pode-se fazer o estudo mais profundo sobre os motivos, donde você, fazendo um exercício de memória, justificará o seu asco e o seu repúdio.
    Cara Fabiana, os mortos não falam; nós vivos deveremos gritar; colocar nossa liberdade em jogo…quando tentarem nos toma-las.
    PS.: cara Fabiana: O TEJO É MAIS BELO QUE O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA\ MAS…O TEJO NÃO É MAIS BELO QUE O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA\ PORQUE O TEJO NÃO É MAIS BELO QUE O RIO QUE CORRE PELA MINHA ALDEIA.
    Cara Fabiana…a Democracia( com dê maiúsculo)…é o rio que corre pela minha aldeia…e espero que irrigue a sua também.
    Abraços,
    Marcio.

  • adir maria leite

    -

    17/3/2014 às 20:23

    Rodrigo, como vc bem diz, esta é a original esquerda caviar.

  • Daniel Soem

    -

    17/3/2014 às 20:15

    Não são os comunistas que dizem de boca cheia que a violência é a parteira da história? E que por isso os criminosos são os autênticos revolucionários? Vide, p.ex., a forma como eles defendem criminosos de toda espécie, transformando-os em vítimas da sociedade opressora. No senado, o projeto de endurecimento das reprimendas a menores infratores praticantes de crimes hediondos foi barrado por conta dessa corja. Portanto, Deputada, no assalto de que foi vítima, a senhora só recebeu a visita de mais um companheiro de luta. VIVA LA REVOLUCION!

  • P contra a patrulha

    -

    17/3/2014 às 20:05

    rapaz, para o Sakamoto todo usuário da supervia que é assaltado na central é burguês e pediu para ter sua propriedade redistribuída? Tipo assim, ser giletado por um relógio de cinco reais do camelô (o mais barato do barato)ou pelo trocado do trem? Pois isso acontece… e muito! Ah, ele precisa deixar de frequentar funk na lage de novela e conhecer o mundo selvagem…

  • Bruno

    -

    17/3/2014 às 19:41

    E que não deve ter tido violência física no assalto com ela. Queria ver se ela levasse uma coronhada, tivesse levado um tiro ou um abuso sexual. Ou um Vagabundo entrasse na casa dela e com violência espancasse ela ou u familiar. Colocasse uma arma na boca da avó dela, e no final do ano ela visse o cara tomando uma cerveja em um bar em um indulto. Rindo. Como deve ter sido um assalto sem muita vioencia ai que pioro,a mentalidade dela. agora ela deve achar que assaltos são assim., que pessoas saem rindo sem nem um arranhão. E que o pouco que ela sabe da vida, deve achar que é exagero da mídia. Será que a Maria do Rosário dará indulto de copa para os presos homicidas genocidas entre outros para assiatir o jogo em um barzinho.

  • Patricia

    -

    17/3/2014 às 19:30

    Eu não sou odienta e cheia de ressentimento no coração. Mas eu acho que se ela tiver mais bens materiais deveria repartir com os pobres coitados que são tão oprimidos e que, judiação, têm que meter bala na cabeça de um cidadão trabalhador opressor para ter uma moto nova, um carro, um par de tênis ou um celular de última geração… Ela poderia, por exemplo e já que é contra a propriedade privada, deixar o pessoal sem-teto invadir o apartamento dela sem reintegração de posse… Afinal, esse comunismo paz-e-amor aí que ela fala é muito Barbie Girl… muito “capitalista”.

  • jarvik

    -

    17/3/2014 às 19:25

    O sakamoto está equivocado. Se um bandido vier te assaltar e você nada tiver para dar a ele, como o sakamoto, ele vai te torturar muito. Ledo engano, o sakamoto está errado.

  • Israel

    -

    17/3/2014 às 19:25

    ASSALTAR COMI=UNISTA NÃO É CRIME, É SOCIALIZAÇÃO DO PREJUIZO, DIVIS~~AO DE BENS! QUE ELES TANTO APREGOAM.

  • paulo

    -

    17/3/2014 às 19:04

    Porque ela não leu texto 473 de “Humano, Demasiado Humano”, também de Nietzsche “”O socialismo é o fantasioso irmão mais jovem do quase decrépito despotismo, do qual quer herdar; suas aspirações são, portanto, no sentido mais profundo, reacionárias. Pois ele deseja uma plenitude de poder estatal como só a teve alguma vez o despotismo, e até mesmo supera todo o passado por aspirar ao aniquilamento formal do indivíduo: o qual lhe aparece como um injustificado luxo da natureza e deve ser transformado e melhorado por ele em um órgão da comunidade adequado a seus fins… Mas mesmo essa herança não bastaria para seus fins, ele precisa da mais servil submissão de todos os cidadãos ao Estado incondicionado como nunca existiu;”

  • Mariazinha

    -

    17/3/2014 às 18:51

    A Manuela é uma pateta deslumbrada, comunista de boutique, chega a ser irritante.

  • Jáder

    -

    17/3/2014 às 18:50

    Esse Sakamoto é uma piada! Fala que condena ostentação, mas quando vai palestrar leva MacBook!!! A típica esquerda caviar!

  • Taís

    -

    17/3/2014 às 18:42

    Comunista , vi na História Mundial , 2 tipos : os Líderes , Psicopatas , e os Seguidores , que são os Sociopatas : os Recalcados e os Burros .

  • Toninho Malvadeza

    -

    17/3/2014 às 18:41

    Fontana – 17/03/2014 às 12:22
    Será que alguém tem coragem ? Ele é muito feio…

  • jorge wanderley

    -

    17/3/2014 às 18:39

    Sexo é bom, Manuela! Como cantava a Marina… Lima!

  • Fernando B

    -

    17/3/2014 às 18:39

    Hahahaha! Isso é uma piada. Essa moça parece a Magda do Sai de Baixo e o Constantino o Caco falando: “Cala a boca Magda!!!”
    Incrivel como o ser humano pode criar situações tão absurdas na vida real que não é preciso criar pela imaginação. Não sei se tenho mais medo da esquerda rancorosa e assassina do que destes idiotas da “caviar” que acabam por financiar os primeiros.

  • Si

    -

    17/3/2014 às 18:27

    Esses comunistas são patéticos. O outro lá fala q não tem carro e não tem relógio para serem roubados. Quer dizer que é ok roubar e matar quem tem carro e relógio? Lembra qdo bandidos atearam fogo àquela dentista? Ela tinha menos dinheiro do que os assassinos q queriam rouba-la, se esforçava para ajudar os pais e a irmã deficiente. E mataram essa moça q não tinha carro e nem relógio. Se fosse “só” roubar carro, já seria um absurdo, mas bandido já chega matando, dando facada, tiro, ateando fogo. Tá certo isso?

  • Rodrigo

    -

    17/3/2014 às 18:17

    O RS sempre se achou revolucionário, o problema é que abraçou a droga da revolução errada. Era um Estado rico e guerreiro, hoje indigente e pedinte. tudo por acreditar no discurso fantasioso do PC do B, PT e companhia.

  • Virgínia

    -

    17/3/2014 às 18:06

    Não quero, dessa vez, comentar sobre essa coluna específica, só gostaria de sugerir que façam passar pela moderação do blog comentários com opiniões contrárias ao do autor dos textos. Acredito que dessa forma enriqueceria os debates sobre os temas aqui expostos. Sempre procuro ler os comentários e é muito raro, quase inexistentes pessoas que não concordam com o exposto. Acredito que não seja pelo fato de elas não existirem, mas sim, pelos comentários não serem aprovados. Espero que minha sugestão seja avaliada e com ela, sua coluna se torne mais instigante. Abraços.

  • ANTIPETRALHA

    -

    17/3/2014 às 18:01

    Mas qual é o problema? Ela está apenas socializando a mais-valia com a classe operária menos favorecida. Ela deveria estar comemorando…

  • Rafael Strom

    -

    17/3/2014 às 18:00

    O preclaro do Sakamoto diz não ter carro mas também não deve andar de ônibus. Talvez ele pegue caronas nos SUV’s dos esquerdistas. Quem anda de ônibus tem medo de assaltos sim sem falar no terror atual. Ou se não acreditar, ele deve passar um dia no PS das Clínicas para ver os horrores provocados por assaltantes de gente pobre.

  • Juarez

    -

    17/3/2014 às 17:30

    Miséria? Por acaso qual foi o primeiro país com salto tecnológico para lançar satélites e até hoje é uma potencia mundial? Qual país foi na guerra fria a segunda maior potencia? Foi algum país pobre e miserável, sem saúde, educação universal, sem mendigos e crianças morando na rua?

    A China apesar de conviver com a economia de mercado mantém em peso grande parte das industrias planificadas. Não por acaso é um dos países que mais cresce.
    R: Nossa! A URSS conseguiu isso escravizando o povo e matando milhões, e enquanto tinha satélite, faltava papel higiênico. Alguém consegue defender o comunismo ainda??!?!?! A China cresce agora porque ABANDONOU o comunismo!

  • Sergio Marcelo

    -

    17/3/2014 às 17:02

    Ela não é CONTRA a propriedade privada? E a favor de distribuição de renda por meio da violência (imposto é extorsão por uso de violência)? Do que esta reclamando? É exatamente isso que ocorreu. Roubar dos outros pode, mas dela não. Tem que roubar do burguês mas não da deputada. Isso é demagogia. Pregar uma coisa, praticar outra.

  • Guerra

    -

    17/3/2014 às 16:48

    Essa senhora simplesmente não conhece a ideologia pela qual afirma ter optado. Deve estar no PC do B pra ser diferente, pra ser contra tudo o que está aí. O Brasil realmente é uma grande …, mas por culpa mesmo dos cultistas do Estado empreendedor, que só empreende trapalhadas e impede que saiamos do slogan “país do futuro”. Mas, apesar disso, ainda temos uma iniciativa privada que consegue sustentar a barra, especialmente na área do agronegócio, essa que o PC do B, o PSOL e o PT querem destruir por todas as formas.
    Em 1959/1960, Fidel Castro mandou a iniciativa privada às favas para transformar Cuba nisso que é hoje: um chiqueirão tomado por coisas velhas e pela miséria, onde o homem comum ganha para viver mal por duas semanas e se vira do avesso para sobreviver pessimamente as doutras duas. A Venezuela do Chávez e do Maduro vai pelo mesmo caminho. Lá, a revolução bolivariana ainda está no meio. Mas a fila pra comprar um frango já é quilométrica.
    Mas a Manuela não pensa nisso. Quando muito, imagina ser possível que uns poucos labutem em busca da riqueza para, em seguida, dividi-la com os vagabundos que não querem nada com a dureza. Ela não enxerga que a Petrobrás é um exemplo acabado desse absurdo, só que por vias reflexas. Vem sendo destruída precisamente por estar custeando a inflação que o povão não paga no supermercado. Sua riqueza, pra lá de imprescindível ao país, está sendo distribuída ao povo, que precisa de comida barata. Por outros linhas, é o que os governos comunistas fizeram onde estiveram. Implantado o regime, festejaram com a riqueza que o capitalismo havia armazenado. Esvaziada a despensa, se viram na miséria e nela permaneceram em razão da completa ausência dos agentes econômicos, que costumam mandar para campos de trabalhos forçados ou fuzilar. A Manoela não sabe disso. Talvez jamais tenha lido qualquer depoimento a respeito. Ela prega o socialismo, suspira pelo Che Guevara e outros assassinos vis, mas têm uma bela conta bancária e vive de modo a fazer inveja a muitos capitalistas. Penso que ela acha não ser mal nenhum viver assim, de aparências, pois, burro como é, sabe que o povo não percebe a enorme contradição existente entre o que prega e o que faz. Por outro lado, deve achar que esse nhenhenhém entre esquerda e direita jamais sairá da retórica. E segue empurrando com a barriga a grande contradição que transporta em si mesma. Sempre haverá trouxas em número suficiente para elegê-la.
    Quanto ao Sakamoto, ele continuará pensando assim até encontrar um molecão nervoso que não queira ouvir conversa mole sobre a sua humildade e falta de ganância.

  • André Martins de Andrade Jr.

    -

    17/3/2014 às 16:43

    O companheiro aqui de baixo do comentário,Paulo Roberto,simplificou:se são comunistas por tanta fé e amor porque não vão para Cuba do querido Fidel ou para a Coréia do Norte para serem mais atuais?

  • Cleomilton Filho

    -

    17/3/2014 às 16:42

    Constantino, e ela ainda cita Nietzsche. Parece desconhecer que o filósofo alemão nutria verdadeira ojeriza a comunistas, socialistas e afins.

  • P Faustini

    -

    17/3/2014 às 16:35

    Estes cretinos do pcdo b tinham a Albânia do Henver Hoxa como modelo, o pais mais miserável da Europa com o ditador mais atrasado

  • Paulo de Tarso Cruz

    -

    17/3/2014 às 16:33

    Prezado Rodrigo! Veja só… Essa “mente brilhante” do tal de Sakamoto somente elenca bens materiais! O dia em que “um dos excluídos” que defende for assaltá-lo na barraquinha de cachorro-quente é constatar que nada de material possui, talvez o que de mais precioso possui (e não se dá conta), que é a própria vida, poderá ser-lhe subtraída… Vai defendendo marginais para ver o que acontece, Sakamoto!

  • Luís

    -

    17/3/2014 às 16:25

    Rodrigo, aqui no RS ( o estado-caranguejo, laboratório de testes do PT ) essa fulana tem o apoio incondicional dos veículos da RBS e de vários jornalistas alinhados com a esquerda gaudéria. É celebridade nos meios acadêmicos e, principalmente, desfruta e se beneficia de uma atuação dos dos DCE’s comunas, que fazem campanha pra ela. Ah, no ensino médio também ela é vista como libertária, pelos estudantes lobotomizados pela mídia local, quase que totalmente esquerdista. Isso explica o fato de o RS ter se tornado um “Maranhão de grife”, né ?

  • Ana

    -

    17/3/2014 às 16:25

    A deputada Mortadela vai parar de ler seu texto quando chegar na primeira das verdades sobre o comunismo q vc escreveu, e sua reaçâo vai ser chamar vc de “Fascista!” Eu já vi ela fazer isso em situação idêntica. Quanto ao Sakamoto, que eu só vou acreditar q existe quando o vir ao vivo, um dia ele bobeou e se deixou fotografar com seu caríssimo MacBook Pro. A foto está aí pela net.

  • Rodrigo Bispo

    -

    17/3/2014 às 16:22

    Parabéns, a senhora foi expropriada, teve seus bens socializados, seja bem vinda ao mundo novo!

 

Serviços

 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados