A Argentina flerta com a catástrofe

Tomara que o país vizinho recupere a sensatez e reeleja Mauricio Macri

Por Da Redação - Atualizado em 14 ago 2019, 15h44 - Publicado em 14 ago 2019, 15h25

Tomara que uma boa parcela dos argentinos recupere o juízo nas próximas semanas e compreenda que só a reeleição de Mauricio Macri sepultará de vez o peronismo, um câncer que tem no kirchnerismo sua versão atual.

Alberto Fernández é um Lula em liberdade e mentindo em espanhol. Cristina Kirchner, candidata a vice, é uma Dilma de tango. Ambos querem uma Argentina politicamente bolivariana e economicamente distante do primeiro mundo. Somadas, essas duas opções balizam o caminho mais curto para a catástrofe.

Publicidade