Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

YouTube produz série documental que percorre Rio Tapajós

'O Som do Rio' traz ativista Val Munduruku e cantora Maria Gadú levando outros artistas e personalidades em uma viagem para conhecer a região

Por Alessandro Giannini Atualizado em 14 jun 2022, 00h17 - Publicado em 14 jun 2022, 07h00

Em meio às buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e o indigenista Bruno Araújo Pereira, desaparecidos na região amazônica, uma nova série ambientada no Rio Tapajós, no Pará, vai ao ar nesta terça-feira, às 11h, pelo YouTube. Produção original da plataforma, O Som do Rio traz a ativista indígena Val Munduruku e a cantora e compositora Maria Gadú recebendo outros artistas e personalidades em uma viagem para conhecer a região e se conectar com a cultura local e as comunidades ribeirinhas.

“Hoje é um momento de celebração, mas não posso deixar de lembrar que aquilo que estamos vivendo no país agora o meu povo vem sofrendo há muitos anos”, disse Val na segunda-feira à noite, no evento de lançamento do programa, em São Paulo. A ativista também participou do pocket show de Maria Gadú no qual a cantora apresentou uma canção composta especialmente para a série, inspirada em tudo aquilo que absorveu durante as viagens.

Dirigidos por Carol Quintanilha, os quatro episódios mostram Gadú e Val conduzindo nomes como a médica e influenciadora Thelma Assis, o ator Vítor diCastro e o cantor e compositor Lenine pela região do alto Tapajós. O designer gráfico e youtuber Felipe Castanhari também participa da série para explicar de maneira simples alguns conceitos relacionados às mudanças climáticas e mostrar como isso afeta o mundo todo.

Logo no primeiro capítulo, os convidados conhecem as Suraras do Tapajós, uma associação de mulheres indígenas que promove a cultura local, preserva a língua das tribos da região e faz uma releitura da música ritual. “Ao mesmo tempo que observamos toda essa experiência, não poderíamos deixar de pontuar os problemas que estão acontecendo agora”, disse o produtor Marcos Nisti, da Maria Farinha Filmes, em referência aos acontecimentos recentes na região. “Isso faz parte dessa experiência.”

Primeira produção brasileira do YouTube voltada para sustentabilidade, O Som do Rio acompanha uma tendência que começou com produções internacionais como Dear Earth e Um Lugar à Mesa. “É uma pauta importante para o YT”, disse Clarissa Orberg, executiva de parcerias da plataforma. “AE apoiar um projeto nacional era fundamental, uma vez que o Brasil tem papel importante nessa discussão.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)