Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Quem é o bilionário japonês que vai para a Estação Espacial Internacional

Magnata de 46 anos é o fundador do maior shopping online de moda do Japão e a 30ª pessoa mais rica do país, de acordo com a revista Forbes

Por Alessandro Giannini Atualizado em 6 dez 2021, 19h53 - Publicado em 6 dez 2021, 14h24

Bilionários como o americano Jeff Bezos, da Amazon e da Blue Origin, e o britânico Richard Branson, da Virgin e da Virgin Galactic, inauguraram a era do turismo espacial privado este ano, lançando-se ao espaço em modernos foguetes e cápsulas reutilizáveis – outro americano, Elon Musk, com sua SpaceX BRF, corre por fora. A Rússia, de olho nesse lucrativo negócio, resolveu retomar seu antigo programa de 2009 e vai enviar na quarta-feira, 8, o bilionário japonês Yusaku Maezawa para a Estação Espacial Internacional (ISS).

Versão contemporânea de Phineas Phogg, o milionário protagonista de A Volta ao Mundo em 80 Dias, de Julio Verne, o empresário de 46 anos levará consigo o seu próprio Passepartout, o cineasta Yozo Hirano, ao lado de quem passará os 12 dias que deve durar a viagem. Maezawa pagou pelas duas passagens, cujo custo não foi revelado, embora as últimas passagens desse tipo tenham alcançado a casa dos 50 milhões de dólares. O lançamento será da base de Baikonour, no Cazaquistão. O capitão e responsável pelo voo será o cosmonauta Alexander Misurkin.

Maezawa é fundador do maior shopping online de moda do Japão, ZozoTown, e a 30ª pessoa mais rica do país, de acordo com a revista Forbes. Com mais de 10 milhões de seguidores no Twitter, ele é muito ativo nas redes sociais, afastando-se do estereótipo mais tradicional, reservado e distante. Além das viagens espaciais e dos trabalhos sociais, sua outra paixão é a arte. Em 2007, pagou 110,5 milhões de dólares por uma pintura de Jean-Michel Basquiat de 1982, uma cabeça parecida com uma caveira em óleo, acrílico e tinta spray.

As viagens russas haviam sido suspensas há mais de uma década e o último cliente da agência espacial Roscosmos tinha sido um dos fundadores do Cirque du Soleil, Guy Laliberté. Maezawa terá “quase 100 tarefas” para realizar na ISS, mas também terá tempo para postar vídeos em suas contas nas redes sociais, nas quais é incrivelmente ativo. A viagem espacial da ISS não será a última do bilionário, já que ele alugou um foguete SpaceX para uma viagem ao redor da Lua programada para 2023, com convidados especiais que ele ainda está selecionando.

Continua após a publicidade

Publicidade