Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Queda na venda de PCs reduziu lucro da Microsoft

Áreas relacionadas ao usuário final foram as que mais sofreram com perdas operacionais

Por Da Redação 18 jul 2013, 18h55

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira uma receita de 19,9 bilhões de dólares para o segundo trimestre de 2013. O número é menor que os 20,73 bilhões de dólares previstos pelos analistas de Wall Street e, de acordo com Amy Hood, CFO (diretor financeiro) da companhia, foi influenciado pela queda na venda de computadores pessoais (PCs). O lucro total da companhia no período foi de 4,97 bilhões de dólares.

Leia mais

CEO anuncia mudança de ‘longo alcance’ na Microsoft

Microsoft volta atrás e libera jogos usados no Xbox One

Microsoft emite posicionamento sobre falha do Windows 7

“Apesar do impacto da queda nas vendas de PCs, nós continuamos a ver uma forte demanda para nossos produtos corporativos e de nuvem”, disse o executivo. “Também vimos um aumento na demanda de serviços como Office 365, Outlook.com, Skype e Xbox LIVE.”

A divisão responsável pelo sistema operacional Windows registrou renda de 1,1 bilhão de dólares, ante aos 2,42 bilhões de dólares arrecadados no mesmo período do ano anterior. As áreas de serviços online e de entretenimento geraram perdas operacionais de 372 milhões de dólares e 110 milhões de dólares respectivamente. Já as áreas relacionadas ao setor corporativo obtiveram uma renda de mais de 7 bilhões de dólares.

“Mais clientes estão se comprometendo com as plataformas corporativas da Microsoft”, afirmou Kevin Turner, COO (diretor operacional) da companhia. “A adoção crescente de nossos serviços de nuvem, incluindo o Office 365 e o Windows Azure, mostram a nossa liderança nesse setor.”

Continua após a publicidade
Publicidade