Clique e assine a partir de 9,90/mês

Na véspera da estreia no Brasil, Spotify admite ter sido alvo de ciberataque

Dados de apenas um dos 40 milhões de cadastrados teriam sido acessados pelos criminosos

Por Da Redação - 27 May 2014, 15h36

O serviço de música por streaming Spotify confirmou nesta terça-feira que sofreu uma invasão em seu banco de dados e iniciou uma investigação para averiguar possíveis brechas de segurança. Por meio de seu blog oficial, a empresa sueca afirmou que dados de apenas um usuário – dentre os mais de 40 milhões de pessoas cadastradas no serviço – foram acessados durante a invasão.

Leia também:

Com compra da Beats, Apple pode renovar seu modelo de venda Depois de sofrer ciberataque, eBay recomenda mudança de senha

“As informações acessadas não incluíam senha ou dados relacionados a pagamento. Como resultado da ocorrência, não há nenhum risco para os usuários”, escreveu a equipe da empresa. Por precaução, a companhia vai solicitar que alguns usuários refaçam o login nos próximos dias.

Continua após a publicidade

O Spotify vai liberar uma nova versão do aplicativo do serviço para smartphones e tablets com sistema operacional Android. A atualização estará disponível, por meio da loja de aplicativos Google Play, nos próximos dias. A companhia afirma que não será necessário atualizar o app para iOS ou Windows Phone para evitar riscos após a invasão. “Pedimos desculpas por qualquer inconveniente que essas ações possam causar, mas são precauções necessárias para garantir a qualidade de nosso serviço e proteger nossos usuários”, escreveu a empresa.

Estreia no Brasil – A versão em português do Spotify deve estrear no Brasil nesta quarta-feira. Embora a empresa não confirme oficialmente o lançamento, ela convidou artistas, gravadoras e executivos da indústria musical para uma festa em São Paulo. O lançamento no país acontecerá com atraso de alguns meses, já que estava planejado para setembro do ano passado.

Publicidade